A história do Pisco Sour

  • A história do Pisco Sour image 1

Escrito por:

O drink nacional do Peru e do Chile. Ambos disputam não só a sua origem, mas também a do próprio destilado. Você pode saber mais desta história lendo sobre a Guerra do Pisco. Mas explico abaixo que a receita mais antiga de Pisco Sour tem origem peruana.

A receita

Todos os bartender peruanos que conheci batem seu Pisco Sour no liquidificador e não na coqueteleira. E realmente, é um coquetel brilhante feito desta maneira e, se quiser experimentá-lo desta forma, adicione um pouco mais de açúcar na minha receita de Pisco Sour batido na coqueteleira e uma pá grande (355ml) de gelo moído. Pessoalmente, eu prefiro o meu na coqueteleira mesmo.

Enquanto alguns gostam de omitir a clara de ovo, já que a maioria dos sours é melhor feito com ela, sugiro usar apenas metade da clara de um ovo fresco. Eu sou um defensor do xarope de açúcar em vez de açúcar em pó em todos os drinks, Pisco Sour incluído, mas há uma abundância de pessoas equivocadas que argumentam o contrário.

Mais digno de debate é a escolha do pisco. Meus amigos peruanos preferem pisco feito da uva Quebranta ou mesmo acholado (uma mistura de variedades). No entanto, eu prefiro usar pisco peruano feito a partir da uva Itália, que é mais aromática, de preferência pisco de mosto verde de uva Italia.

É convenção dizer que o Pisco Sour é enfeitado com três gotas de bitters simetricamente pingadas na espuma. Isso não só melhora a aparência visual: o aroma dos bitters também ajuda a mascarar o cheiro de clara de ovo. Angostura Aromatic Bitters é uma opção, mas para adicionar autenticidade, considere usar o amargo peruano Chuncho bitters, baseado em várias cascas e ervas da Amazônia. Há também quem goste de um apitada de canela em pó por cima ou na borda do copo.

ency 21 image

Para ser um pouco mais controverso, eu também gostaria de adicionar um traço de água de flor de laranjeira em meu Pisco Sour. Eu também prefiro servi-los "straight-up", em um copo old-fashioned pesado saído direto do freezer, para ajudar a manter o drink em temperatura fria, mas um coupe congelado também funciona bem.

História

Como tantos outros coquetéis vintage, as origens documentadas do Pisco Sour mudaram nos últimos anos, com a descoberta de novas evidências. Em meados dos anos 80, um jornal chileno, El Comercio de Iquique, relatou que o Pisco Sour foi criado em 1872, por Elliot Stubb, um comissário inglês de um veleiro chamado Sunshine, que abriu um bar no então porto peruano de Iquique (agora no norte do Chile). No entanto, um exame mais minucioso mostra que a citação atribuída a Stubb foi na verdade sobre um whiskey sour, precursor do drink em questão, cujas origens são de período ainda anterior, nos Estados Unidos.

Em 2009, Luis Guillermo Toro-Lira Stahl e Michael P. Morris publicaram um documento "Esclarecendo as lendas na história do pisco sour". Isso rastreou as origens do drink até Victor Vaughen Morris Jones (Victor Morris), o avô de um dos autores.

Victor Morris, nascido em Salt Lake City, Utah, imigrou ao Peru em 1903, inicialmente trabalhando como caixa para a companhia ferroviária Cerro de Pasco Railroad, na cidade de Cerro de Pasco. A lenda e membros de sua família dizem que, enquanto trabalhava na inauguração da linha de Oroyo, Morris criou o Pisco Sour depois de ficar sem uísque para os Whiskey Sours que ele estava fazendo para as 5.000 pessoas relatadas como presentes no evento.

Morris mudou-se para Lima, onde, apoiado pelo amigo de longa data Daniel C. Babbitt, em 1 de abril de 1916, abriu o apropriadamente chamado Morris' Bar na 847 Calle Boza. Morris, que também era conhecido por seu apelido de Gringo, ficou conhecido por seu Pisco Sour e o bar prosperou.

O livro de visitantes, intitulado "Morris'Bar Register ", até hoje nas mãos da família Morris, registra mais de 2.200 assinaturas em suas 82 páginas, mostrando que era um estabelecimento de ponta e atraia muitos americanos, incluindo diplomatas, empresários, advogados e jornalistas. Entre os nomes notáveis ​​na revista estão: Emiliano Figueroa, ex-presidente do Chile e embaixador no Peru, o milionário Roger W. Straus e Elmer Faucett, fundador da Companhia de Faucett Aviation. Talvez o mais interessante seja John Lannes, do Bank Exchange de San Francisco, bar famoso pelo Pisco Punch

Diversas anotações testemunham o sucesso do Pisco Sour de Morris. Assim como um anúncio do bar em julho de 1924, no South Pacific Mail, um jornal do porto chileno de Valparaiso publicado semanalmente em inglês por Nelson Rounsevell, um amigo de Morris e que também tinha trabalhado no Cerro de Pasco. O anúncio pergunta: "Você já se registrou no Bar Morris em LIMA?" O anúncio diz que o registro no bar pode ser útil para entrar em contato com conhecidos (que falam inglês) e termina com "é conhecido há muitos anos pelo seu Pisco Sour."

Uma menção anterior do Pisco Sour foi na edição de 22 de abril de 1921 da revista peruana Mundial, que descreve o drink como sendo de cor branca e atribui sua invenção a "Mister Morris".

ency 23 image

O diretório de Lima - A Cidade dos Vice-Reis - de 1929 lista o Pisco Sour de um Morris Bar's sob o título "visitelo y pida alguna especialidad" (visite peça alguma especialidade).

Infelizmente para Victor, parece que os bartenders que trabalhavam no Morris' Bar saíram levando sua receita com eles para estabelecimentos próximos, como o Hotel Bolívar (inaugurado em dezembro de 1924) e o Lima Country Club (inaugurado em Fevereiro de 1927). A competição pelos convidados estrangeiros ricos teve obviamente o efeito prejudicial no sucesso do Morris. Victor começou a ter problemas financeiros e de saúde, levando-o a declarar falência voluntária e, em seguida, ao fechamento do Morris Bar em 1929. Ele morreu alguns meses depois, no dia 11 de junho, de cirrose ao 56 anos. Em dezembro, a esposa de Morris, Maria Vargas, emigrou para San Francisco, Califórnia, com seus três filhos.

ency 72 image

Mario Alfonso Bruijet Burgos no Maury Hotel na década de 30

Com o grande volume de hóspedes, o bar no Hotel Bolívar, que era em grande parte composto por bartenders ex-Morris, é amplamente creditado por espalhar a popularidade do Pisco Sour. A sobrevivência do drink também é atribuída a Mario Alfonso Bruijet Burgos, um bartender que trabalhou no Morris' Bar a partir de 1924 e continuou a servir Pisco Sours no Hotel Maury até sua aposentadoria. Alguns dizem que foi Bruijet quem adicionou bitters à receita, após sua mudança para o Maury.

Com algumas mudanças e variações, está e a teoria mais aceita sobre a origem do Pisco Sour. Isso até 22 de fevereiro de 2012, quando um escritor peruano Raúl Rivera Escobar disponibilizou online uma cópia de um panfleto publicado em Lima em 1903 por S.E. Ledesma, o Nuevo Manual de Cocina a la Criolla. O "Novo Manual da Cozinha Creole", na página 32, entre as receitas de comida, inclui uma receita simplesmente intitulada "Coquetel", contendo "uma clara de ovo, uma xícara de pisco, uma colher de chá de açúcar e algumas gotas de suco de limão a gosto". Obviamente, um Pisco Sour, esta é a receita mais antiga conhecida.

ency 34 imageency 40 image

Novo Manual de Cozinha a Criolla prova que Victor Morris não criou o Pisco Sour e também prova que Mario Bruijet não foi responsável por adicionar clara de ovo na receita, quando trabalhava no Hotel Maury, como sugerido anteriormente por alguns.

Assim, o Pisco Sour data de antes de 1903 e parece ser de origem peruana, em vez de chilena. Provavelmente nunca saberemos quem foi o primeiro a tomar uma receita de Whiskey Sour e usar pisco como o destilado base. Ou, na verdade, quem foi o primeiro a adicionar bitters a ele. É uma coincidência maravilhosa que Victor Morris também tenha imigrado para o Peru em 1903.

A popularidade recente do drink fora de Peru e Chile é atribuído a Joe Baum, que o promoveu na década de 60 em La Fonda Del Sol, em Nova York.

ency 89 image

A popularidade do Pisco Sour continua a crescer e o Dia Internacional do Pisco Sour é celebrado anualmente, em todo o mundo, no primeiro sábado de fevereiro.

×
  • Bem-vindo (a)
  • Receba atualizações com muita informaçãosobre bebidas, bares ecoquetéis
  • Por favor, confirme que você tem mais de 18 anos e insira seu email
  • Não obrigado, continue para o diffordsguide.com
CSS revision a2b0c12