World Class Brasil - conheça os coquetéis e bartenders

Escrito por Redação Difford's Guide Brasil

World Class Brasil - conheça os coquetéis e bartenders image 1

A grande final se aproxima. Que tal conhecer um pouco mais dos coquetéis e bartenders que disputarão, a partir de 20/04, o título de melhor bartender do Brasil? Confira abaixo.

(CONTEÚDO PUBLICITÁRIO)

World Class Competition, maior campeonato de coquetelaria do mundo, anunciou o Top10 de bartenders que irão para a grande final do concurso, que acontecerá entre os dias 20 a 26 de abril.

Quem segue na competição passou por uma etapa eliminatória onde tiveram que criar um coquetel inspirado nos sabores do whisky The Singleton, com apenas três ingredientes adicionais, no mesmo estilo de grandes clássicos, como Old Fashioned, Rob Roy e Manhattan, que marcaram a história da coquetelaria mundo afora.

Conheça um pouco mais sobre cada coquetel e quem o criou.

Ana Paula de Assis Ulrich

ency 41 image

Bar de atuação: Hotel Palácio Tangará (São Paulo)
DISRUPTION
50ml The Singleton of Dufftown
10ml vinho branco fino de mesa tipo colheita tardia
25ml cordial de maçã com baunilha
15ml água para diluição

"Em um universo cheio de amarras, o ilimitado emerge dos limites que nos são impostos.
“Segue o fluxo! sempre foi assim…” disse o peixe de água doce.
“Lá vem o salmão, o diferentão! sempre querendo ser do contra e nadar contra a correnteza...” disse o peixe de água salgada.

Na mitologia hindu e nórdica, a macieira invertida, com raízes apontadas para o céu é a fonte de sabedoria.

Em gênesis:
- aqui no paraíso é confortável!
- segurança e estabilidade é top!
nesse jardim também existe o mais suculento, tentador e proibido fruto. o resto da história você já conhece.

O errado que deu certo: uvas quando atacadas por fungos, normalmente são tratadas como doentes. para que as uvas reajam e transformem a podridão cinza em podridão nobre, é necessário um equilíbrio de forças climáticas. e quando isso acontece, vinhos de colheita tardia se tornam luz engarrafas.

Para os audaciosos que ousam nadar por águas turbulentas, perseverança é necessária. Esta, representada pela baunilha.
E, para se tornar um clássico, um toque de ousadia é essencial, por isso, Disruption é finalizado com noz-moscada.

Inspirado em pessoas comuns que constroem o seu legado a partir de suas limitações, disruption é um ode ao progresso.

Você está preparado para morder a maçã?"

Benício Calaça Barbosa

ency 58 image

Bar de atuação: Zimbro Bar (Goiânia)
O EQUILIBRISTA
50 ml The Singleton 12 anos
30 ml Jerez palomino fino
7 ml Óleo saccharum de laranja

"Equilíbrio diz muito sobre harmonia, estabilidade, solidez. o que a física trata como anulação, podemos encarar como a somatória de forças que se complementam.

Coquetelaria é sobre equilíbrio. A vida também é. O conhecimento científico é fascinante em si, mas aplicá-lo no dia a dia é uma experiência surpreendente. Entender que receptores no nariz e na língua são responsivos às substâncias é fascinante, mas usar os ingredientes corretamente em um coquetel, em quantidade e tempo, é delicioso. Entender que a textura de um ingrediente pode complexificar sua experiência pois está além de uma percepção gustativa, passando por aromas, moduladores culturais construídos e características evolutivas, é fascinante. Mas utilizar técnicas para manipular essa textura é delicioso. Entender como funciona o ph das substâncias é fascinante, mas saber introduzir o elemento certo com a acidez exata que iluminará e levantará o coquetel, é delicioso.

A simplicidade é a técnica que enfatiza a ordem, a uniformidade livre de complicações ou elaborações secundárias. O Equilibrista é a minha tradução de um coquetel clássico com apenas 3 ingredientes. O sabor delicado com notas frutadas e leve defumação de The Singleton é balanceado pela acidez do jerez e pelo dulçor com nuances de amargor do óleo saccharum de laranja. Para complementar a experiência sensorial, apresento o coquetel em um copo especial, de design nacional, que brinca com o equilíbrio, se inclina, gira, mas não vira. e ainda um chocolate artesanal para a harmonização de sabores.

O Equilibrista faz alusão à nossa capacidade de adaptação. o momento pede resiliência. manter-se de pé na corda bamba da vida nunca foi tão desafiador."

Bianca Lima

ency 35 image

Bar de atuação: Wills Bar (Porto Alegre)
LIBERTÉ
45 ml Singleton
45 ml vinho rosé
10.5 ml licor maraschino
Decoração: flor de hibisco desidratada

"A liberdade pode ser interpretada de diferentes formas, seja ela física, psicológica, idealista ou social. Que possamos libertar nossos pensamentos e voar em direção aos nossos sonhos.
No último mês eu mudei a direção da minha história, deixei meus amigos e família para atravessar três Estados do Brasil e viver sozinha em Porto Alegre. Um grande passo em direção aos meus objetivos, uma mistura de sentimentos que eu tento traduzir nesse coquetel.
Trazer Singleton representando a minha liberdade foi uma sensação maravilhosa. Entender onde as notas de baunilha e nuts se tornariam frutadas, leves e frescas como eu me sinto quando mudo o rumo da minha vida e escolho viver o novo. O inesperado, o desafio que a liberdade traz. Alçar voo sozinho assusta, mas também encoraja. Enche o peito de frescor e possibilidades.

Uma personalidade em três pilares.
Um espírito forte, um gole de coragem pura, de fibra e intensidade. Singleton traz energia e vitalidade, um espírito fraco nunca estará preparado para apostar suas fichas e mudar sua vida.
Minhas vivências são delicadas, é preciso fechar os olhos pra entender, como degustar um bom vinho rosé. A harmonização de coquetéis com vinho não é fácil, mas ninguém nunca disse que seria.
Um licor de cereja traz personalidade para o coquetel. Muitos conhecem, mas poucos sabem apreciar. Afinal, a liberdade não foi feita para todos.
Que a partir de escolhas de coragem como essa, toda mulher possa crescer e realizar seus sonhos. Espero que sintam toda excitação, medo e euforia que eu senti.
Viva Liberté, viva as novas possibilidades, viva a volatilidade de nossas certezas.
"

Cristiano Rodrigues Faria

ency 12 image

Bar de atuação: Restaurante Origem 75 (Vinhedo)
JÓIA DO CERRADO
50 ml de The Singleton Single Malt Scotch Whisky of Dufftown,
20 ml de Vermute Rosso
20 ml de Destilado de baru com fat-washing de coco e ácido ascórbico
Decoração: 1 chip de coco desidratado

"O ponto de partida para meu coquetel foi imaginar como elaborar uma bebida que pudesse trazer em sua essência um toque artesanal e sofisticação, sem deixar de possuir características de um coquetel clássico, ou seja, aliando originalidade e tradição, a partir do ingrediente principal: The Singleton Single Malt Scotch Whisky of Dufftown – com suas notas de mel, baunilha e grãos, com final adocicado.
Para isso, inspirei-me no Cerrado nacional, o segundo maior bioma do país – superado apenas pela Floresta Amazônica – e que apresenta rica biodiversidade, com grande número de espécies vegetais.
Uma das questões fundamentais para a preservação desse bioma é levar em conta o desenvolvimento regional através do manejo e do consumo sustentáveis de espécies nativas (principalmente no que se refere à alimentação e à nutrição) e que possam ser traduzidos em desenvolvimento econômico regional com fins de preservação.

Dessa forma, uma escolha me pareceu natural: o Baru, uma espécie de castanha com um fruto de casca fina e lenhosa, com uma única semente. Essa semente – oleaginosa e de cor marrom – tem sabor parecido com o do amendoim (porém menos acentuado). Com a extração do Baru, os agricultores extrativistas geram renda para fixar suas famílias nas regiões do Cerrado, ajudando a preservar, assim, esse magnifico bioma.

Em meu coquetel, o Baru seria representado pelo destilado de sua semente, fabricado na cidade de Jussara, no estado de Goiás (atualmente esse destilado está sendo exportado e comercializado nos EUA e está em vias de ser exportado também para a Comunidade Europeia nos próximos meses).

A esse destilado apliquei a técnica fat-washing com óleo de coco para acentuar o toque de brasilidade de meu coquetel. Para completar, na composição da bebida, também utilizei o Vermute Rosso com o intuito de conferir um toque herbal e de especiarias ao sabor final.
Dessa forma, busquei encontrar a perfeita combinação entre elementos elaborados e essenciais, sofisticados e rústicos, globais e locais, de modo a despertar a surpresa e o encanto em uma única bebida. Tal qual um ourives faria ao unir elegantemente elementos brutos e delicados em suas criações, assim eu fiz para criar a minha Jóia do Cerrado.
"

Gustavo Lima Guedes

ency 56 image

Bar de atuação: Southside (Brasília)
MARY SYMON
60ml The Singleton of Dufftown
7.5ml “maple” de pecans com mel
3.2ml licor Bénédictine DOM (4 dashes)
Decoração: cereja em palito de coquetel

"Mary Symon foi uma poeta que nasceu em Dufftown e começou sua carreira ao completar 12 anos de idade, assim como o Singleton utilizado na receita do coquetel em sua homenagem. Symon despontou como uma mulher incrível, letrada e estudada, que preferiu não abrir mão das tradições locais ao escrever suas obras utilizando o dialeto nativo Scots (escocês das terras baixas) – sua poética teve auge em reconhecimento durante a primeira guerra mundial, talvez por trazer humor e humanidade em uma época conflitante e de grande tristeza.
E é justamente essa inspiração que Mary Symon acalorou o questionamento na hora de criar esse coquetel: em tempos de crise, como podemos desenfadar a distância e levar o clima do balcão do bar para dentro da casa dos amigos/clientes que costumam sentar-se cara a cara com a gente e pedir o drink em meio a risos e sorrisos?! A intenção é traduzir os goles em uma espécie de recepção amigável, desde o dulçor equilibrado como um afago, o calor do whisky e especiarias como um abraço líquido e várias notas aromáticas como as conversas divertidas que costumamos ter no balcão do Southside!
Resumindo, o Mary Symon é um coquetel em homenagem a uma mulher incrível e foi motivado pelo seu método de trazer arte substanciada em clássicos, sem renunciar à tradição e do lado humano como cerne e referência!
"

Jairo Gama

ency 12 image

Bar de atuação: Vista Ibirapuera (São Paulo)
NIEMEYER
40ml The Singleton of Dufftown
30ml vermute tinto
20ml licor de cereja marrasquino
Decoração: suspiro de ponta cabeça

"Coquetel inspirado em uma das figuras mais importantes do Brasil, Niemeyer leva em sua receita The Singleton single malt. É um drink único, assim como o arquiteto, sendo delicado no primeiro gole, mas com potência de sabor.

O vermute tinto traz complexidade e sabores herbais intensos. Já o licor de cereja marrasquino une o vermute ao The Singleton, agregando um toque sutil, doçura e distribuição sensorial ao paladar. Este licor tem a peculiaridade de ser obtido através da destilação em pequenos alambiques de cobre, com adição de açúcar e água antes do engarrafamento.
Já a guarnição vem para ilustrar a forma presente nas obras de Niemeyer. O suspiro virado para baixo, simula os vãos presentes em suas obras."

Marco Antonio Ruiz Júnior

ency 39 image

Bar de atuação: Amiiici Lounge (Sorocaba)
GUARIDA
50ml The Singleton of Dufftown
10ml Fernet Branca
20ml Xarope de tabaco e mel
Decoração: meia maçã desidratada

"O tempo é um conceito que sempre juguei bastante intrigante, não à toa foi o tema central do meu coquetel no desafio anterior, com Johnny Walker. Lá coloquei a ideia de que tempo é movimento como minha favorita, e completando o conceito acredito que movimento é ritmo. Esse ritmo que cadencia o andamento do tempo é determinado por cada um de nós. Cabe então a cada indivíduo deixar-se viver, sentir e saborear o seu próprio tempo.

O whisky e o charuto estão associados aos momentos de relaxamento. Ao instante do dia em que você permite-se parar e refletir, presentear-se com aroma e sabor por meio de dois produtos que carregam em si nuances, prazeres e riquezas que transpõe inúmeras gerações de origens e culturas distintas mas que se conectam nesse momento de refúgio.

Guarida significa justamente isso. Aquele lugar onde se busca conforto e segurança, mesmo que não seja tangível, mesmo que seja um lugar no tempo. Sua origem está no verbo guarir, o ato de encontrar a cura, seja a sua própria ou a do próximo.

Guarida é a síntese dessa experiência num coquetel. Um drink para apreciar lentamente, em goles vagarosos, entremeados por devaneios, e perceber sua sutil evolução enquanto a diluição avança.

Preparado com Singleton of Dufftown, Amaro Fernet e xarope artesanal de tabaco e mel (este com autêntico tabaco cubano "hababo" e mel de florada do café), Guarida busca oferecer esse ninho distinto entre o singelo e o sublime."

Ricardo Alexandre Leal de Sousa

ency 94 image

Bar de atuação: Cinza Company (Santos)
SLÁINTE
60ml The Singleton of Dufftown
20ml Ypióca 5 chaves
40ml Amaro Montenegro com infusão de cajú
Decoração: folha de centeio

"O Singleton tem origem dos clãs celtas do século 12 , o que nos remete à arvore da vida e todos os seus ensinamentos que mesmo depois de décadas ainda são um mantra diário para muitas pessoas assim como eu,
O coquetel foi “batizado” de SLÁINTE, que em escocês gaélico significa saúde, cheers... e foi batizado em uma conversa entre o seu criador e a marca em si pelo celular simbolizando que, mesmo em tempos distantes, podemos entregar a idéia de uma pessoa ou marca à qualquer pessoa.
Assim dizendo, Sláinte é a mistura de décadas de aperfeiçoamento entre malte, frutas, amari e a nossa cana de açúcar, trazendo a leveza , cor impactante e um nome forte, assim como os seus antepassados faziam com suas cervejas adoçadas com mel e/ou baunilha .

Hoje à fórmula exata deste whisky dá a tonalidade e leveza que vocês veem neste coquetel. O caju somente realça todos os sabores mentolados e maltados, finalizando em um sabor médio e adocicado, perfeito para aquela live sobre tendências de coquetelaria ou simplesmente estar sozinho vendo um filme como “Braveheart” e pensando como mesmo em décadas distintas a humanidade é tão semelhante.
Uma coisa lhes desejo “SLÁINTE”

Ricardo Antonio Fuenzalida Peña

ency 47 image

Bar de atuação: Cocktail Channel (São Paulo)
3 PILARES COCKTAILS
50ml de Singleton Whisky 12 anos
30ml de Vermouth Bianco Infusionado
2 Dash de Bitter de Laranja (Angostura)
Decoração: cereja amarena

"Dizem que nossa vida é regida por 3 pilares fundamentais: Fé, Sonhos e Persistência”.
Pensando no desafio que nos foi apresentado nesta etapa do World Class, onde precisamos desenvolver um coquetel com apenas 3 ingredientes, veio na minha cabeça uma pergunta:
-Será que existem alguns pilares fundamentais para a execução de algum clássico da coquetelaria ou na criação de um coquetel que poderia um dia se tornar um novo clássico?

Após rever novamente receitas, tentar e errar no processo de criação hoje entendo que os Cocktails também são compostos por 3 pilares fundamentais, que ao meu ver são: Aroma, Sabor e Equilíbrio.

Todos esses pontos tem a ver diretamente com as quantidades que utilizamos de cada um dos ingredientes que escolhemos, por exemplo utilizar uma quantidade maior de fumaça num cocktail pode destruir todo o contexto de aroma, incorporar mais ou menos de um ingrediente vai impactar diretamente no sabor do coquetel e se não sabemos trabalhar e entender o equilíbrio de ingredientes, quantidades ou temperatura, vamos estragar o que poderia ser um cocktail incrível.

Tantos coquetéis de apenas 3 ingredientes estão em nosso cotidiano atrás do balcão, que por vezes, nos perdemos em meio de tantas opções que temos ao nosso dispor.

Para elaborar este coquetel desenvolvi um vermutemacerado com apenas três ingredientes: maçã, camomila e mel. Acredito que esta combinação ressalta a composição de Singleton Whisky, tornando-se um grande coadjuvante para meu coquetel.

3 Pilares é uma versão inovadora do clássico Rob Roy com um toque frutado, herbal e com um final levemente adocicado.

Comemore a vida, comemore com um bom coquetel, comemore com 3 Pilares.
Saúde.
"

Ricardo Barrero

ency 85 image

Bar de atuação Embaixador London Essence e Consultor restaurante Amazo
SINGLE SOUL
60ml The Singleton of Dufftown
40ml Amaro com fat wash de coco
30ml Jerez Fino

"Alma, tão próxima e tão distante. Uma visão lúdica do que é o individuo e suas qualidades morais.
Exatamente neste contexto que trago o Single Soul, um coquetel que surgiu a partir do elemento que traz personalidade, cor, aroma e sobretudo a Alma dos whiskys: o barril.

Especialmente em Singleton Dufftown a madeira compõe sua alma de maneira excepcional, um whisky que passa por dupla maturação, uma em barris de carvalho europeu e a outra em barris de carvalho Americano.
Com essa influência da madeira dos barris surgiu a ideia de utilizar os ingredientes que compõem este coquetel.
Representando os barris europeus utilizo o Jerez Fino que proporciona acidez, estrutura e um final seco no paladar.
Representando os barris americanos, Amaro com fat wash de óleo de coco, que traz textura, corpo e um final aveludado no paladar, além de acentuar as notas de coco que os barris já proporcionam ao whisky.
E para finalizar essa receita, a estrela do coquetel, The Singleton of Dufftown 12 anos.

Unindo corpo e Alma, este é o Single Soul.
Saúde.
"

SOBRE O WORLD CLASS

ency 71 image

Por conta da crescente disseminação do coronavírus (COVID-19) no ano de 2020, o campeonato anual foi suspenso em todas as regiões do mundo, em cerca de mais de 60 países participantes. Em 2021, o campeonato retomou a 12ª edição de sua etapa nacional e abriu nova oportunidade em formato digital para competidores de todo o Brasil, que puderam se inscrever e se juntar ao time de selecionados, pré-aprovados anteriormente no primeiro desafio de Ketel One.

A competição tem como objetivo desenvolver a cultura da coquetelaria em todo o mundo. Presente em mais de 60 países, promove ações para bares, bartenders e público final, e está associado às melhores práticas do segmento.

A competição é realizada anualmente pela Diageo, maior empresa de destilados do mundo, com o objetivo de fomentar a coquetelaria a nível mundial. Assim como já acontece com a gastronomia, o campeonato busca elevar a profissão de bartender a um novo patamar.

Em 2019, Bannie Kang, representante de Singapura, sagrou-se a grande campeã em Glasgow, na Escócia, com apresentações impecáveis.

QUEM JÁ VENCEU O WORLD CLASS NO BRASIL

2009 Henrique Medeiros
2010 Rafael Pizanti
2011 Talita Simões
2012 Paulo Freitas
2013 Diego Barcellos
2014 Laércio Zulu
2015 Kennedy Nascimento
2016 Marquinhos Félix
2017 Diogo Sevíllio
2018 Adriana Pino
2019 Gabriel Santana

Para mais informações acesse:
www.facebook.com/worldclassbr
Instagram @WorldClassBr

Aprecie com moderação. Não compartilhe com menores de 18 anos.

Join the Discussion


... comment(s) for World Class Brasil - conheça os coquetéis e bartenders

You must log in to your account to make a comment.

Report comment