Bartenders em Casa - Mauro Melo

Escrito por Mauro Melo

Bartenders em Casa - Mauro Melo image 1

E aí essa galera, beleza? Sou o Mauro Melo, natural de Olinda/PE e há pouco mais de 6 anos troquei os computadores por uma bela barra, sorrisos e coquetéis. Passei por bares badalados de Recife, como Haus Lajetop & Beergarden, Loft Concept, Em Cima - Gin Bar e Cais Rooftop. Já participei de campeonatos como o Chivas Masters 2019, Chivas Juntos & Extraordinários, Jack Daniel’s Tennessee Calling BR, entre outros. Atualmente, tomei um gole de coragem e vim para a terra da garoa, São Paulo, em busca de melhores oportunidades para minha carreira. Espero que apreciem meu conteúdo e que eles tragam resultados positivos para vocês. Saúde!

Consumo Responsável

É gostoso receber nossos clientes e vê-los consumindo nosso cardápio de bebidas. Porém, tudo pode acabar em preocupação quando o consumidor decide não ser responsável com ele e/ou com os demais que estão ao seu redor. Desde os excessos à direção imprudente, o consumo responsável vem sendo uma bandeira cada vez mais necessária de se levantar e todos precisamos fazer nossa parte identificando sinais de consumo excessivo ou inadequado, de maneira profissional e apropriada.

LEI SECA E CONSUMO DE ÁLCOOL
A Lei Seca está em vigor no Brasil desde 2008, com punições cada vez mais severas a cada ano. Atualmente são aplicadas multas em quem apresenta 0,05 mg/L ou mais de álcool na corrente sanguínea. Nosso país é o quarto colocado no ranking mundial de mortes no trânsito. De acordo com informações da Seguradora Líder-DPVAT, ocorreram 40.721 mortes no trânsito no Brasil, entre janeiro e dezembro de 2019, além dos mais de 200 mil casos de invalidez permanente.

Sabemos que o álcool é uma substância psicoativa que funciona como depressora do sistema nervoso central. A capacidade de julgamento, prática essencial durante a direção, é uma das primeiras coisas a serem afetadas com o consumo. Só daí já fica claro que o volante é uma péssima ideia depois de tomar um bom coquetel ou similar. Pior ainda se há excesso. Quem nunca observou aquela pessoa que passou da conta e possivelmente jamais retornou devido à ressaca moral?

QUAL A NECESSIDADE DE EXCESSOS?
É necessário apreciarmos a ocasião. Um bom coquetel deve ser bem aproveitado, entre amigos ou sozinho, como motivo de celebração de um momento especial ou do alívio equilibrado de um dia difícil. Engana-se quem acredita que o consumo responsável é apenas para quem dirige. Beber demais pode causar transtornos que podem acabar com a noite não só do consumidor, como também do acompanhante e até mesmo dos outros clientes do estabelecimento. Além disso, o despertar após o excesso muitas vezes pode vir não só com uma bela ressaca, mas também com uma linha de pensamento bastante prejudicial para o nosso setor:

“Acordei péssimo! A culpa é do quanto bebi, da qualidade do que bebi, do lugar onde bebi ou da pessoa que preparou minhas bebidas?”

Percebam quantos clientes retornam após uma noite de excessos. Alguns jamais frequentam novamente o lugar, seja pela culpa que carrega, seja pela culpa que despeja.

CUIDADOS NECESSÁRIOS PARA TERMOS MOMENTOS ESPECIAIS
E o que nós, como profissionais da hospitalidade, podemos fazer sobre isso? Além de um alerta no cardápio sobre o consumo excessivo e a direção sob o efeito de álcool, também podemos dedicar uma seção criativa de Mocktails - os coquetéis sem álcool e cheios de consciência, que são uma ótima opção para ser oferecida com um belo sorriso. Em alguns bares, tornou-se comum dar descontos ou cortesias para o motorista da vez e/ou apresentar um convênio de serviços de transporte (táxi, apps de carona etc) para levar o passageiro até sua casa com toda segurança.

É importante também ter uma brigada bem treinada para oferecer água e comida em intervalos de forma agradável, que cuide para que ninguém passe mal ou acorde com uma ressaca desagradável no dia seguinte.
Há quem diga que quanto mais um cliente consume em uma visita, melhor. Eu acredito que devemos cuidar dos nossos clientes para que eles retornem para casa seguros e com a impressão de uma experiência excelente. E você, acredita em quê?

Espero que tenham gostado da leitura e que consigam levantar essa bandeira. Até a semana que vem!
O amor está no bar!

Fontes que bebemos:
DRINKiQ - Fatos, Dados e Orientações sobre o álcool
Relatório do DPVAT 2019

Join the Discussion


... comment(s) for Bartenders em Casa - Mauro Melo

You must log in to your account to make a comment.

Report comment