Bartenders em Casa - Luis Ribeiro

Escrito por Luis Ribeiro

Bartenders em Casa - Luis Ribeiro image 1

Meu nome é Luís Ribeiro, tenho 33 anos, e sou Bartender há 17 anos. Sou formado em administração, marketing e finanças. Na área de bar, sou formado em coquetelaria clássica a moderna e o meu divisor de águas foi o curso de Bartender freestyle, onde me identifiquei pelo estilo diferenciado de preparar drinks. Participei de alguns Workshops e campeonatos em São Paulo. Atualmente, tenho uma empresa de bar @cocktailclub1 onde faço consultoria para bares, restaurantes, delivery e diversos tipos de eventos.

Uma volta ao passado

Nesse coquetel eu resolvi sair um pouco do tradicional: em meados de 2004 me apresentam a caipirinha de tomate e a primeira coisa que veio na minha cabeça foi "deve ser horrível". Pois bem, não demorou muito para que o meu professor finalizasse e o copo então começou a rodar pela bancada de alunos aspirantes a bartender. Todos experimentaram e o resultado foi fantástico, todos tinham gostado, inclusive eu.

Foi surpreendente apreciar um sabor tão exótico e, apesar de não ser muito comum no Brasil consumirmos suco de tomate, o drink não tem nada parecido com o famoso Bloody Mary, pois é bem mais refrescante e a textura dele é bem diferente também, que o deixa saboroso e refrescante.

Como já faz um tempo que eu não faço esse coquetel, resolvi compartilhar uma releitura dessa receita, que tive preconceito só de ouvir falar, mas quando experimentei, acabei me tornando fã.
Eu testei diversos destilados nessa combinação, porém a que mais me agradou foi a com Saquê seco. Fiz uma releitura também da receita que conheci e garanto que ficou tão boa quanto aquela que eu tomei em 2004.
Solanum Ice
ency 27 image
80 ml de saquê seco
40 ml de Xarope de açúcar com lascas de gengibre
15 ml de suco de limão Taiti
15 ml de suco de limão siciliano
01 Tomate inteiro
08 folhas de manjericão
Gelo
Modo de preparo: corte o tomate em cubos, adicione o xarope de açúcar com lascas de gengibre, os limões e amasse bem. Adicione o gelo e o saquê e as folhas de manjericão, bata bem na coqueteleira! Sirva em um copo long drink ou em um copo oitavado longo.

Orange Martini
ency 57 image
60 ml de vodka
50 ml de Xarope de Laranja
30 ml de suco de limão siciliano
Hortelã
Bata todos os ingredientes na coqueteleira e coe com passador e peneira.

Reinventando-se em tempos difíceis

Assim que surgiu a pandemia e logo em seguida foi comunicada a quarentena, eu já imaginava que os bares e eventos iriam parar, mas nunca pensei que fossemos viver um momento como esse.

É muito difícil para nós que estamos acostumados com festas, bares e eventos estarmos longe de fazer o que tanto gostamos, por isso depois de quase 1 mês parado, eu decidi atender ao pedido dos meus clientes e montar o meu delivery de drinks.

O delivery me fez matar um pouco a saudade de trabalhar como bartender, além de levar alegria e novos sabores para as pessoas que estão em casa. Sem contar que é uma ótima forma de ganhar um dinheirinho a mais.

Um dos nossos lançamentos e um dos coquetéis mais vendidos foi o CK fresh, uma receita simples e bem saborosa.

Cocktail Fresh
ency 88 image
60 ml de Rum branco com infusão de rapadura
30 ml de Suco de limão
30 ml Xarope de açúcar simples
40 ml de Suco de maracujá natural
8 folhas de Hortelã
Espuma Cítrica

Carvão ativado e Whiskey Sour Black

Há algum tempo, eu venho estudando os benefícios do carvão ativado, e trago aqui uma lista que podem ser considerada, um ótimo parceiro quando se trata na ingestão de bebidas alcoólicas.

1. Elimina os gases
O carvão vegetal ativado tem a capacidade de adsorver os gases intestinais, reduzindo o inchaço, a dor e o desconforto intestinal.

2. Trata a intoxicação
Como o carvão ativado tem um grande poder de adsorção, pode ser usado em situações de emergência em casos de intoxicação com produtos químicos ou numa intoxicação alimentar, por exemplo.

3. Remove impurezas da água
Algumas impurezas da água podem ser removidas com carvão vegetal ativado como pesticidas, vestígios de lixo industrial e alguns químicos, sendo por isso muito usado em sistemas de filtração de água.

4. Clareia os dentes
O carvão vegetal ativado ajuda a branquear os dentes manchados pelo café, chá ou fumo do tabaco por exemplo.

O carvão pode ser utilizado 2 a 3 vezes por semana, colocando-o na escova e escovando os dentes. Além disso, já existem pastas de dentes à venda em farmácias, que têm carvão ativado na sua composição.

5. Ajuda a prevenir a ressaca
O carvão vegetal ativado impede a absorção de outros químicos que compõem as bebidas alcoólicas, como adoçantes artificiais, sulfitos e outras toxinas, por isso, ajuda a reduzir os sintomas da ressaca.

ADVERTÊNCIA
No entanto, é preciso ter um consumo moderado deste produto e ficar atento as restrições, para saber se vc pode consumir esse tipo de produto. Recomendo sempre que haja um alerta ao uso do produto no menu e que bartenders alertem seus consumidores ao servir o coquetel.

O PROCESSO DE CRIAÇÃO
Eu sempre fui apaixonado por whisky, e com certeza, um dos meus drinks favoritos é o whisky Sour. A minha idéia foi criar uma versão desse clássico, mantendo as características e sabores originais, porém com uma cor de atitude e surreal.

"Só existem dois dias no ano que nada pode ser feito. Um se chama ontem e o outro se chama amanhã, portanto hoje é o dia certo para amar, acreditar, fazer e principalmente viver."
Dalai Lama

Whisky Sour Black
ency 34 image
50 ml de bourbon
20 ml de suco de limão Taiti
20 ml de suco de limão Siciliano
40 ml de Xarope de açúcar simples
1 comprimido de carvão ativado

Coloque a taça martini para gelar e em uma coqueteleira adicione o bourbon, o suco dos limões e o xarope de açúcar. Macere o comprimido do carvão ativado bem e adicione. Coloque de 5 a 7 pedras de gelo na coqueteleira e bata bem, até que todos os ingredientes fiquem bem misturados. Após todo esse processo, coe com passador e peneira, decore com um twist de limão Siciliano.
Você pode também encrustar a borda do drink com limão e açúcar.
Apreciem com moderação

Meu agradecimento aos meus amigos e amigas que estão sempre ao meu lado, para você que está seguindo o nosso conteúdo, e que de alguma forma, acreditam em mim e me motivam a ser um Bartender melhor. E Obrigado Andrei pelas sugestões e meu irmão Gabriel Ribeiro pelas fotos. Bom trabalho Cocktail Club

Paiol Cream

"Imaginar é o princípio da criação, nós imaginamos o que desejamos, queremos o que imaginamos e, finalmente, criamos aquilo que queremos"
Geoge Bernard Shaw

Meu objetivo era criar um cocktail com espuma, mas por onde começar? Foi aí que eu tive a ideia de utilizar os produtos da minha região, Araçatuba. Como aqui no interior de São Paulo é bem comum o consumo do caldo de cana, não foi difícil complementar os outros ingredientes para chegar a esse resultado final.
Este coquetel autoral é levemente adocicado e muito refrescante. Para os amantes de cachaça não será nenhuma surpresa, para os que não gostam, você pode se surpreender.

Paiol Cream

ency 31 image

50 ml de Cachaça Córrego Azul
25 ml de Suco de abacaxi natural
10 ml de suco de limão
20 ml de Caldo de cana
10 ml de Xarope de gengibre
Espuma Cítrica

Modo de preparo: em uma coqueteleira, coloque a cachaça, o suco de abacaxi, o suco de limão, o caldo de cana e o xarope de gengibre, e bata bem com bastante gelo, em seguida em um copo on the rocks, e coloque bastante gelo. Faça uma dupla coagem, com um strainer e uma peneira. Por fim, cubra o drink com espuma cítrica e para decorar uma estrela de anis.
#Saúde

Join the Discussion


... comment(s) for Bartenders em Casa - Luis Ribeiro

You must log in to your account to make a comment.

Report comment