Bartenders em Casa - Mauro Gabriel

Escrito por Mauro Gabriel

Bartenders em Casa - Mauro Gabriel image 1

Meu nome é Mauro Gabriel Fernandes Lopes e sou bartender no estado do Rio de janeiro desde 2003. Tenho 38 anos, casado e
posso me definir como grande apreciador da profissão, muito interessado no conhecimento dos insumos e também da história dos destilados, para conseguir obter um maior manejo e interação dos ingredientes dos coquetéis.
Estou imensuravelmente agradecido pela oportunidade e farei de tudo para atender as expectativas.
Muito obrigado e que Deus nos proteja.

Antes de mais nada: muito obrigado a todos vocês da Difford's Guide Brasil, a Jack Daniel's, Woodford Reserve e todas as pessoas envolvidas na publicação dos conteúdos produzidos.

Vidro

ency 85 image

A história não é muito precisa em relação ao tempo de origem dessa sobremesa, sendo defendida por alguns que seu aparecimento teria sido ao final da idade média e por outros no século 17.

Consumida apenas pelos nobres e considerada como iguaria, pelo valor de sua matéria prima, o caramelo até o século 19 era apreciado pela elite de seu tempo. Mas, com a evolução do comércio, e com uma maior distribuição pelos territórios europeus e americano - e também com uma pequena releitura da receita original ( acréscimo do leite ) - o caramelo tornou-se sucesso mundial.

A partir de alguns dos pontos que a sobremesa pode atingir ("push push" ou "ponto de vidro" ) batizei meu coquetel desta semana

Utilizando gin artesanal Brasileiro, aperitivo fermentado infusionado por aroeira, sumo de limão galego, xarope artesanal de caramelo queimad, ,tintura de sal rosa do Himalaia e acqua Faba ( insumo de grão de bic ), elaborei um cocktail encorpado com sutil graduação alcoólica, partes cítricas e toques defumados do xarope bem presentes e leve adstringência fornecidas pela aroeira. Tudo incorporado pela função da acqua faba.

40 ml de gin artesanal Brasileiro.
5 ml de Jerez infusionado por aroeira (aperitivo fermentado)
30 ml de xarope de caramelo queimado ( ponto de pudim 1/1)
15 ml de sumo de limão galego 3 gotas de tintura de sal rosa do Himalaia.
25 ml de ácqua faba ( insumo de grão de bico) ..
Guarnições de pelota de caramelo e pele de limão galego espetados em palito de bambu.
Modo de preparo: coquetel batido ,levemente defumado e servido em taça Martini.

Assista no meu Instagram o vídeo com o preparo do Vidro

Por fim: agradeço a Difford's Guides Brasil, Jack Daniel's e Woodford Reserve pela iniciativa de incentivo a todos afetados pela pandemia e quarentena do Covid-19.
Muito obrigado de verdade a todos da organização do circuito, de coração e fiquem com Deus.

St Louis Almirante vermelho 1904 Cocktail

ency 26 image

St. Louis 1904. Conta a história que as versões geladas de chá surgiram em solo americano. Umas das mais famosas remete ao ano de 1904 ,em St.Louis, quando um representante de chás da Índia (o inglês Richard Blechynden) depara com uma onda de calor em seu stand e decide introduzir pedaços de gelo às infusões de chá preto que estavam prontas estavam. O sucesso foi imediato, alcançando destaque para os chás da Índia.

Borboleta Almirante vermelho
A almirante Vermelho (Vanessa Atalanta) é uma espécie de borboleta muito presente nos Estados Unidos, norte Europeu e Ásia.
Uma de suas características é ser uma excelente em voos, até mesmo noturnos: ela chega a atingir até 2.000 km de distância na busca de melhores temperaturas em determinadas épocas do ano. As suas divisas de cores lembram e muito o uniforme de um Almirante dos EUA, por isso o nome.

Para elaboração do coquetel empreguei a técnica Cold Brew (mais voltada para cafés) no hibisco:
500ml de água para 30g de hibisco desidratado.

Então vamos a receita

20ml de sumo de limão Taiti .
15ml de xarope de lichia.
10ml de licor de crema artesanal(licor de leite)
50ml de cold brew de hibisco.
40ml de cachaça reservada em barril de amburana.
6 gotas de bitter artesanal de chocolate..
Coquetel batido, tropical e servido em taça balão

Receita de Ciano Spiritus Fizz

Os coquetéis da categoria Fizz nasceram no século XIX e aparecem pela primeira vez na edição de 1876 do livro Bartender's Guide, de Jerry Thomas. Eles tem como característica marcante ser finalizado por água com gás ou Club soda

Sendo assim, inspirei-me no Gin Fizz e também na marcante passagem pela história humana de uma importante fonte de proteína limpa, que é muito utilizada hoje em dia: a spirulina.

A spirulina, diferentemente do que a comunidade científica achava até bem pouco tempo ,não é uma micro alga, ela é uma Cianobactéria que desempenha um importante papel na natureza e que passou por vários trechos da civilização humana. Egípcios, Maias, Astecas ,comunidades pré-hispânicas...todos já conheciam os seus benefícios e praticavam o consumo em meio às suas eventuais refeições.

E hoje, com toda uma tendência direcionada para uma alimentação mais saudável, por que não introduzir a spirulina nos coquetéis?

Ciano spiritus fizz

ency 29 image

35 ml de sumo de laranja da terra ( azeda e adstringente)
25 ml de xarope artesanal de spirulina (sabor exótico)
50 ml de vodka.(parte alcoólica neutra)
40 ml de água com gás.
Coquetel montado
Guarnições de pele de laranja da terra, stick de uvas( bectana) e mini bouquet de hortelã.

Xarope de Spirulina
100 ml de água
100 gramas de açúcar
1 bailarina de spirulina em pó;
Leve ao fogo até o ponte de fervura até que todos os ingredientes estejam homogeneizados. Coe 4 vezes para uma garrafa.

Receita de Kaus

Kaus é a principal estrela de constelação de sagitário, que é o signo da Imperatriz Maria Thereza Da Áustria, que foi a principal divulgadora de uma sobremesa muito famosa em todo o mundo, o Apfelstrudel.
Minha proposta é uma desconstrução do apfelstrudel e a remontagem novamente como coquetel. Espero que vcs gostem.
[image2}
50 ml de purê de maçã vermelha .
(1 e 1/2 maçã vermelha + sumo de 1 limão Taiti + 150 ml de água. Bata no liquidificador e coe)
25 ml de licor artesanal de canela .
(200 ml de água + 4 unidades de canela em pau + 100 g de açúcar. Leve ao fogo até levantar fervura, coe e acrescente 100 ml de vodka )
60 ml de infusão de camomila e mel..
(200 ml de água +30 ml de mel + 2 sachês de camomila. Leve ao fogo até levantar fervura e coe)
45 ml de cachaça envelhecida em tonel de cerejeira (toque de madeiras e canela)
Guarnições de fatias de maçã espetadas em palito de bambu, cereja americana em calda e uma flor campestre.
Finalizado por borrifo aromático de baunilha.
Cocktail montado em copo americano, tipo long drink

Bartenders em Casa - Mauro Gabriel image 1

Join the Discussion


... comment(s) for Bartenders em Casa - Mauro Gabriel

You must log in to your account to make a comment.

Report comment