Drinks sem álcool: uma nova e grande oportunidade

Escrito por:
Photography by: Video from Distill Ventures

Enquanto a revolução na categoria de bebidas não alcoólicas ganha força, a Distill Ventures, a aceleradora de bebidas alcoólicas apoiada pela Diageo, busca, pelo segundo ano, empreendedores independentes com idéias ousadas para promover seu programa de desenvolvimento de negócios não alcoólicos. Empreendedores e empreendedoras de sucesso receberão sessões de orientação e um investimento único de £10 mil libras (por volta de 48.000 reais) para começar sua marca.

Quando se trata de opções de coquetéis sem álcool para consumidores adultos, a indústria de bebidas está mudando rapidamente. As pessoas estão procurando alternativas aos refrigerantes e uma série de substitutos premium foram lançados para capitalizar essa demanda.

Pensando nisso, a Distill Ventures está à procura de marcas ou conceitos originais de bebidas não alcoólicas. Projetos bem-sucedidos se beneficiarão não apenas do investimento, mas da orientação de especialistas da DV para ajudar a estabelecer esses novos negócios e aproveitar as mudanças nas tendências de consumo.

"Há claramente uma grande tendência entre as pessoas que estão mais envolvidas em pensar sobre saúde e bem-estar de uma forma holística", explica o co-fundador da Distill Ventures, Frank Lampen. "Dois elementos afetam as formas tradicionais de consumo: o primeiro é ter um repertório variado de drinks que inclua opções alcoólicas e não-alcoólicas; o segundo, é fugir das bebidas doces quando você não estiver consumindo álcool".

No Tales of the Cocktail de 2018, a festa de abertura, organizada pela William Grant & Sons, era totalmente não-alcoólica. Esta celebração enfatizou a tendência do mercado de bebidas não-alcoólicas, mas também vem em um momento em que o consumo responsável e o bem-estar estão na vanguarda da indústria. De fato, a introdução de bebidas não alcoólicas está se tornando norma na comunidade global de bares.

A questão "o que beber quando você não está bebendo?" ocupou o centro do palco. Ben Branson, fundador da Seedlip, explicou que sua própria experiência com coquetéis não-alcoólicos decepcionantes inspirou seu salto criativo para entrar no mundo da destilação. Com sua cópia de The Art of Distillation em mãos, ele levou para sua cozinha para a floresta e, usando alambiques de cobre, criou a receita para o Seedlip, que não inclui açúcar ou álcool. O Seedlip agora vem em três variedades: Seedlip Garden 108, Seedlip Spice 94 e Seedlip Grove 42. Esse destilado sem álcool comporta-se muito como um alcoólico, destinado a ser saboreado como substituto do destilado base em um coquetel, mas não para ser bebido na velocidade da luz.

Esse exemplo e a demanda do consumidor por mais opções no setor não-alcoólico, estimularam outros empreendedores a criar destilados sem álcool e estabelecer uma nova categoria de drinks. No entanto, a Seedlip destaca-se na categoria de bebidas não-alcoólicas não apenas por ser o "primeiro destilado não-alcoólico do mundo", mas também por ter chamado a atenção para os "não-bebedores" que buscam algo mais.

"Parece haver uma onda de interesse em não beber álcool," afirma Henry Chevallier Guild, co-fundador da Nonsuch Shrubs. A variedade dos interessados em drinks não-alcoólicos é vasta: desde entusiastas da saúde até o motorista da vez, passando por grávidas, pessoas limitadas por sua religião, que sofrem de alergia, estão fazendo um sabático ou que simplesmente não querem álcool. E, agora, quem procura a mesma experiência de um coquetel tradicional, encontra cada vez mais opções com destilado sem álcool em bares e restaurantes sofisticados.

"A inspiração para Nonsuch veio de um desejo, cerca de uma década atrás, de parar de beber por um tempo. Felizmente para mim, eu achei o abandono do álcool bastante fácil. Mas, o problema foi que depois de três ou quatro saídas, você fica sem opções de drinks. Eu queria produzir algo que se comportasse exatamente como o álcool, exceto que você não ficaria bêbado ", diz Henry.

O aumento do interesse em drinks sem álcool está causando emocionantes transformações no mercado. Há uma demanda para atender um público específico. E há uma nova experiência, que não compromete o sabor. Segundo A Distill Ventures, há diversas áreas que os possíveis novas marcas poderiam explorar, mas as propostas não precisam ser limitadas por isso. "Pode estar usando um processo associado ao álcool, como fermentação ou destilação, então há um pouco dessa complexidade nisso", diz Lampen. "Outra área interessante é tomar drinks que são servidos de uma maneira que possa proporcionar a sensação na boca ou a espuma que você associa ao álcool."

Ano passado, as inscrições geraram uma excelente resposta para a Distill Ventures, que concedeu a cinco empreendedores um investimento único.

Nonalquino, criado por John DeBary, e Twayblade, criado por Paul Matthews, são apenas dois das novas marcas que entraram nos negócios sem álcool. O produto de Paul surgiu pela primeira vez quando ele descobriu que o mercado exigia um drink sem sabor alcoólico. E a Distill Ventures forneceu os fundos e o conhecimento necessários para ajudá-lo a começar a tirar sua marca do papel. "Eu tive essa ideia e achei realmente genial. Depois de algumas reuniões, voltei para a prancheta e consegui criar algo que estava muito além do que eu pensava, se tivesse feito por conta própria", diz John.

A indústria tem espaço para bebidas de melhor qualidade e melhor sabor para quem não consome álcool. E, a Distill Ventures quer ajudar a criar uma ótima experiência em restaurantes e bares para pessoas que não consomem bebidas alcoólicas - e também oferecer aos bartenders uma ferramenta para criar coquetéis saborosos. "Obviamente bartenders têm um ambiente muito rico quando se trata de bebidas alcoólicas, desde gin e vodka, até uísque e aguardente", diz Lampen. "Mas as opções disponíveis para fazer drinks não-alcoólicos têm sido tradicionalmente baseadas em açúcar ou bitters. Queremos dar algo novo para liberar a criatividade."

Esses produtos não alcoólicos são autênticos e as pessoas estão desfrutando de uma experiência de bar que estava faltando. Mas é útil para bares, restaurantes e hotéis, que precisam atender clientes que não bebem, mas oferecendo algo mais lucrativo do que uma água mineral ou refrigerante.

Mas lançar um novo produto não é barato. Os custos variam imensamente, dependendo das quantidades mínimas necessárias, se precisa ser envelhecido, os preços dos ingredientes brutos, os custos de embalagem e assim por diante. "Vimos marcas que foram lançadas com 25 mil ou 38 mil dólares", diz Lampen. "Mas, se você está olhando para a produção e indo para o mercado para fazer um teste de 6 meses, não vai custar menos que 128 mil a 256 mil dólares. Por isso, o investimento pode não trazer produtos para o lançamento, mas, esperamos, levará os projetos vencedores a um estágio em que eles estão prontos para buscar novos investimentos.

Na sua essência, a Distill Ventures dedica-se a acelerar a próxima geração de marcas de bebidas, incluindo o segmento não alcoólico, e fornecer-lhes ferramentas para o crescimento dos seus negócios. "Basicamente, vamos dar-lhe algum dinheiro para resolver as grandes questões da criação de uma marca", diz Lampen. "Você pode conversar com alguns especialistas, conhecer fabricantes, conversar com destiladores e ver o que é possível. Nós vamos ajudar a partir daí."

SUA AVENTURA NÃO-ALCOÓLICA COMEÇA AQUI

Visite o site da Distill Ventures e faça sua inscrição. O prazo vai de 31 de julho e 7 de setembro de 2018.

×
  • Bem-vindo (a)
  • Receba atualizações com muita informaçãosobre bebidas, bares ecoquetéis
  • Por favor, confirme que você tem mais de 18 anos e insira seu email
  • Não obrigado, continue para o diffordsguide.com
CSS revision 6058a23