11 deliciosos coquetéis criados antes da Lei Seca

  • 11 deliciosos coquetéis criados antes da Lei Seca image 1

Escrito por:
Photography by: Marcelo Sant'Iago

Em 28/10/1919, o Congresso dos EUA aprovou a Décima Oitava Emenda, conhecido como Volstead Act ou a Lei Seca. Você sabe quais os coquetéis mais famosos daquela época?

Com a entrada em vigor da Lei Seca, em 17/01/1920, muitos bartenders perderam o emprego ou mudaram-se para outros países. O crime organizado foi quem mais lucrou nesse período de bebidas de qualidade duvidosa, servidas em estabelecimentos clandestinos, os lendários speakeasies.

Alguns dos chamados "coquetéis clássicos" foram criados no período pré- Lei Seca e sobreviveram até os dias de hoje, enquanto outros simplesmente sumiram, até serem resgatados com o renascimento da coquetelaria artesanal, no final dos anos 90 e início desse século. Eis alguns dos meus favoritos e suas respectivas histórias. Clique no nome para ver a receita, variações e mais detalhes.

Cobbler

ency 48 image

Cherish Cobbler, do Sub Astor São Paulo. Foto Rubens Kato
Cobblers são drinks batidos servidos com canudos em uma taça Goblet ou copo de Collins, cheio de gelo moído e decorado com fruta e um ramo ou dois da hortelã (de preferência salpicados com açúcar de confeiteiro). Eles são geralmente baseados em vinho, mas também podem ter destilados na base. Classicamente, os Cobblers contêm pouco (ou nenhum) cítrico. O Cobbler não é somente responsável pela popularização do canudo de papel, mas também da coqueteleira. Bem, pelo menos no que diz respeito a coqueteleira de 3 peças, que também é conhecida como "Cobbler Shaker".

French 75

ency 25 image

French 75 engarrafado do Three Sheets, Londres
O French 75 celebra o poder de fogo de um canhão francês de 75 milímetros da Primeira Guerra Mundial. Nas últimas décadas, ele se tornou um potente coquetel de champanhe à base de gin, com suco de limão e açúcar, servido em flute. Mas, originalmente, consistia em gin, brandy de maçã, grenadine e suco de limão, servido em um copo de coquetel. O drink nasceu como "Soixante-Quinze", tornou-se "75" Cocktail e, posteriormente, "French 75". Provavelmente foi Henry Tépé, do Henry's Bar, em Paris, que batizou um coquetel de "Soixante-Quinze" (setenta e cinco), em 1914/15 ou até antes.

Hanky Panky

ency 19 image

Hanky Panky do Frank Bar, São Paulo
Criado no início de 1900 por Ada "Coley" Coleman, no American Bar do Hotel Savoy, em Londres, para o ator Sir Charles Hawtrey (1858–1923). A história narrada pela própria Ada: "Hawtrey chegou e disse: Coley, estou cansado. Me dê algo com uma pegada. Foi por ele que passei horas testando, até que eu tivesse inventado um novo coquetel. Na próxima vez que ele entrou, eu disse que eu tinha um novo drink. Ele tomou um gole e, virando de uma vez o copo, disse: "Por Júpiter! Esse é um verdadeiro hanky-panky! E assim Hanky ​​Panky virou o nome desde então".

Highball
Highball é um tipo de coquetel simples, comumente com apenas dois ingredientes - um destilado e um carbonatado. Ele é servido em um copo alto cheio de gelo. Um coquetel Highball sempre tem um ingrediente carbonatado (tônica, club soda etc.), mas, ao contrário dos Rickeys, Collinses e Fizzes, eles tradicionalmente não levam suco de fruta cítrica. G&T, Whisky&Soda, Cuba Libre são os exemplos mais conhecidos.

Last Word

ency 26 image

Last Word do Seen, São Paulo
Feito com gin, Green Chartreuse, licor de maraschino e suco de limão fresco, tradicionalmente em partes iguais, batido com gelo e servido "straight-up". Acredita-se que o Last Word data do período imediatamente antes à Lei Seca, mas deve sua popularidade atual à sua reencarnação, em 2004, feita por Murray Stenson, durante a época que trabalhou no Zig Zag Café, em Seattle, EUA.

Mamie Taylor
Uísque, ginger ale e um toque de suco de limão. O Mamie Taylor foi criado em 1899, em Rochester, Nova Iorque, e espalhou-se como fogo na mata. O nome é meio que um mistério, mas há várias versões que o ligam à uma estrela da Boradway. Apesar de seu sucesso estrondoso, a ponto de por volta de 1900 os bares terem aumentado o preço do drink apenas para desencorajar o consumo, ele não sobreviveu à Lei Seca e desapareceu lentamente. O Frank Bar, em São Paulo, tem uma bela versão em sua carta de drinks.

Old-Fashioned

ency 91 image

Old-Fashioned do Sub Astor, São Paulo
Tradicionalmente feito com bourbon ou rye whiskey, ligeiramente adoçado com açúcar e aromatizado com bitters, este clássico dos clássicos é servido sobre gelo em um copo tumbler, que leva o mesmo nome do drink. Segundo Robert Simonson, autor de Old-Fashioned:The Story of the World's First Classic Cocktail, with Recipes and Lore, "como o Old-Fashioned começou a vida como um "coquetel" em sua forma mais elementar, qualquer autoria significativa da bebida provavelmente nunca será estabelecida".

Sazerac

ency 85 image

Sazerac Bar, New Orleans
Criado em Nova Orleans, é o coquetel oficial da cidade e um dos mais antigos dos Estados Unidos. Em algum momento entre 1850 e 1859, o coquetel Sazerac foi criado, batizado por causa de seu ingrediente, o conhaque Taylor's Sazerac. Além disso, levava Peychaud's aromatic bitters e açúcar. O coquetel virou a principal especialidade do bar Exchange Coffeehouse, depois rebatizado de Sazerac Coffeehouse, por causa do drink. A foto no alto da página é um Sazerac do D.O.T., em São Paulo.

Sidecar
O Sidecar é um coquetel clássico feito com conhaque, licor de laranja triple sec e suco de limão siciliano. Muitas vezes creditado a Harry McElhone no Harry's Bar em Paris, na verdade a autoria é de Pat MacGarry, que o criou no Buck's Club de Londres.

Tuxedo
Partes iguais de old tom gin e vermute, aromatizados com um leve toque de maraschino, absinto e orange bitters, criado por Harry Johnson e presente em seu Bartenders' Manual, de 1882. O drink não foi criado no Tuxedo Club, como costumam dizer, pois ele foi aberto apenas em 1886. O Tuxedo Club era um country club privado, perto de Tuxedo Park, Orange County, estado de Nova York.

White Lady

ency 99 image

White Lady do D.O.T., São Paulo
A autoria desse clássico à base de gin, que foi um dos mais populares no Difford's Guide Brasil em 2017, é disputada pelos dois mais famosos Harry da coquetelaria - MacElhone e Craddock. A história de Craddock é mais interessante: o drink teria sido criado para Zelda, a platinada esposa de F.Scott Fitzgerald, em uma noite que bebiam no American Bar do Savoy Hotel, em Londres.

×
  • Bem-vindo (a)
  • Receba atualizações com muita informaçãosobre bebidas, bares ecoquetéis
  • Por favor, confirme que você tem mais de 18 anos e insira seu email
  • Não obrigado, continue para o diffordsguide.com
CSS revision cc89b5f