Os melhores coquetéis de 2020

Escrito por Redação Difford's Guide Brasil

Os melhores coquetéis de 2020 image 1

Convidamos 6 habitués de balcões de SP e RJ para nos contar quais os melhores coquetéis que degustaram pela primeira vez no ano que passou. Obviamente, pela situação que vivemos, muitos deles foram experimentados em casa, em versão engarrafada. E para você, quais foram os melhores de 2020?

A lista poderia incluir coquetéis clássicos ou autorais, não havia limitação por bar ou bartender. Coquetéis engarrafados também poderiam ser escolhidos, assim como aqueles criados para competições, guest shifts ou pop-ups.

Os coquetéis estão apresentados em ordem alfabética.

A maioria das pessoas que votou é de São Paulo, apenas a Marcella Sobral é do Rio de Janeiro. Mas pretendemos mudar isso no futuro.

QUEM PARTICIPOU

Carolina Oda, consultora de A&B
Giba Amendola, jornalista
Marcella Sobral, jornalista
Marcelo Cury, médico e colaborador do Difford's Guide
Marcelo Sant'Iago, editor do Difford's Guide
Suemi Uemura, consultora de bares

DESTAQUES

O King James, criado por Rodolfo Bob para o Caledonia Whisky & Co, foi o preferido em SP e emplacou em 5 listas. Já o Moringa, criação de Gabriel Santana, sócio do recém aberto Santana Bar, vem logo atrás com 4 citações.

ency 11 image

King James, por Rodolfo Bob, foto Tales Hidequi

Rum é tendência? Não parece: as bebidas mais usadas foram gin e bourbon, em 10 coquetéis cada. Cachaça vem em seguida com 5 e a vodka com 4. Apenas 2 levam rum, que ficou atrás do Scotch, shochu e empatado com Irish whiskey.

Os engarrafados do Apothek, que eram os únicos desta categoria em 2019, ganharam companhia não só de bares, mas também de produtores independentes, alguns surgidos durante a pandemia: Apothek aparece em 3 listas. Picco, Top Cocktails e Staff Cocktails em 2. Bar CubQ, Brasero Atlantico, Homemade Coffee Drinks, Sylvester e Zimbro Bar tiveram 1 citação cada.

Entre os bartenders, Rodolfo Bob emplacou em 5 listas com o King James.

Gabriel Santana tem 4 menções com o Moringa.

ency 21 imageMoringa, por Gabriel Santana, foto Pedro Knoll

Alex Mesquita, Lula Mascella e a equipe de bartenders da Staff Cocktails tem 4 citações, mas com coquetéis diferentes.

ency 11 imageYo Yo, por Alex Mesquita, foto Tati Frison

Também tiveram múltiplas citações:
Alê D'Agostino (3)
Alex Mesquita (3)
Thiago Pereira (3)
Hanna Jacomme (2)
Maurício Barbosa (2)
Néli Pereira (2)
Nina Bastos (2)
Rafael Welbert (2)
Vini Apolinário (2)

Apareceram em 1 lista:
Ana Paula Ulrich
Benício Calaça
Chris Carijó
Daniela Bravin
Danilo Nakamura
Estevan Daniel
Fabian Martinez
Felipe Rara
Gabriela Alves
Gunter Sarfert
Jean Ponce
Jessica Sanchez
Jonas Aisengart
Lelo Forti
Leone Silva
Zimbro Bar
Reni Lima
Ricardo Miyazaki
Rodrigo Roso
Rogério Frajola
Stephanie Marincovic
Tato Giovanonni
Tomé de Paquetá
Yuri Evangelista

Para sintetizar o ano, eis uma declaração de Suemi Uemura : "Fiz minha lista com orgulho de todos bares e restaurantes que consegui visitar, não fui em todos que queria, mas valorizo todos os coquetéis que tomei. Fui surpreendida por idéias criativas, equipes em sincronia, lindos projetos de entrega de coquetéis engarrafados, bares promissores, muita coragem e força, num mundo agora menor de balcões. Mas, as alegrias e os sonhos permanecem".

AS LISTAS

CAROLINA ODA
Airão: gin infusionado com açaí fresco, Amaro artesanal e Fernet, por Néli Pereira, do Espaço Zebra (SP).

ency 89 image
Ananás: blend de rum, tepache (fermentado de abacaxi), amaro, gengibre e cítricos, por Lula Mascella, do Picco (SP).
 
Cantaloup Island: bourbon, ginger ale, melão, limão Tahiti, Angostura aromatic bitters, por Alex Mesquita, do Tan Tan Noodle Bar (SP).
 
Caymi: whiskey, kombu, abacaxi, broto de coentro, cítricos e cumaru, por Thiago Pereira, do Koya 88 (SP).
 
Herencia: jerez fino, cachaça e queijo, por Leone Silva, do Sylvester (SP).

King James: Uísque irlandês em banho de manteiga de garrafa com amêndoas, jerez PX, vermute de Jerez, vinho Madeira, cocoa Bitters artesanal, queijo Grana Padano e jamón ibérico servido do sifão com nitrogênio. Por Rodolfo Bob, do Caledonia Whisky & Co. (SP).
 
Kuro Bunê: mugi shochu, vermute rosso, bourbon, licor de ume e Peychaud’s bitters, por Ricardo Miyazaki, do The Punch Bar (SP).
 
Moringa: vodka, cordial de goiaba, licor de polpa de goiaba e bitter de folhas de goiabeira, por Gabriel Santana, do Santana Bar (SP).
 
Pickle Rick: Scotch whisky, limão siciliano, salmoura de picles. Por Rodrigo Roso, do Boca de Ouro (SP).
 
Smoked Passion: whisky, bourbon, maracujá, baunilha, espuma de champagne e pó de tangerina, por Ana Paula Ulrich, do Burle Bar (SP).

GIBA AMENDOLA
Baniwa: gin, pimenta biquinho, vermute branco com lúpulo, vinho manzanilla com cascas cítricas, tintura pimenta baniwa e bitter de aipo. Por Rafael Welbert, do Balaio IMS (SP).

Cálice: chai, vermute tinto, bourbon lavado na manteiga, Cynar 70. Por Lula Mascella, do Picco (SP).

Kando: uísque irlandês com maceração de aspargos e azeite, Cointreau, vermute seco, finalizado com chocolate amargo. Por Stephanie Marinkovic, do Espaço 13 (SP).

King James: Uísque irlandês em banho de manteiga de garrafa com amêndoas, jerez PX, vermute de Jerez, vinho Madeira, cocoa Bitters artesanal, queijo Grana Padano e jamón ibérico servido do sifão com nitrogênio. Por Rodolfo Bob, do Caledonia Whisky & Co. (SP).

Mas (engarrafado): soju, vodka, amaro, Scotch whisky e caramelo de Shoyu. Por Alê D'Agostino, do Apothek, e Vinícius Apolinario, do Komah (SP).

Melancia Sem Alma: jerez Manzanilla com suco de melancia clarificado, xarope de tônica e CO2 (Perline). Por Maurício Barbosa, do Tujuína (SP).

Moringa: vodka, cordial de goiaba, licor de polpa de goiaba e bitter de folhas de goiabeira, por Gabriel Santana, do Santana Bar (SP).

ency 73 image
Mr. Shinoda: Scotch whisky, chá Lapsang Souchong, xarope de maple, vinagre de framboesa, bitter de laranja e de cacau. Por Thiago Pereira, do Koya88 (SP).

Salty Dry Martini: gin com infusão de manjericão, vermute seco com infusão de limão siciliano e tintura de sal.  Por Christopher Carijó, do Cafe Belle Époque (SP).

YO YO: shochu de cevada, Cynar, vermute seco, bitters de chocolate e limão siciliano. Por Alex Mesquita, do Tan Tan Noodle Bar (SP).

MARCELLA SOBRAL
Balestrini Negroni: Príncipe dos Apóstolos gin, Campari, Amaro Averna, água do Oceano Atlântico. Por Tato Giovanonni, do Brasero Atlantico (RJ)

Bloody Mary: vodka, suco de tomate artesanal, limão e mix de temperos especiais da casa, com talo de aipo e tomatinhos para decorar. Por Jessica Sanchez, do Vizinho Gastrobar (RJ).

Cafezim: “pingado” com Bem-Me-Quer Umburana, vermute tinto e especiarias no barril. Por Alex Mesquita, do Sat's (RJ).

Dry Hi!: gin, vermutes seco e bianco, licor de flor de sabugueiro, saquê carbonatado com ervas finas e caviar de shoyu. Por Fabian Martinez, do Kitchen Asian Food (RJ).

Mamata: batida de maracujá com gengibre. Por Tomé de Paquetá, da Casa Porto (RJ).

Mojito da Amazônia: vodka infusionada com fava de aridan, hortelã, demerara, limão e cumaru. Por Néli Pereira, do ARP Bar (RJ).

Perfetto Limone: bourbon, limoncello, sour mix, maracujá e pimenta. Por Lelo Forti, do Stuzzi (RJ).

The Real One: bourbon infusionado com chocolate, xarope de especiarias, bitters e perfume de laranja. Por Yuri Evangelista, do Coltivi (RJ).

ency 71 image
Saudade: tequila infusionada com chá lapsong souchong, vinagre balsâmico, xarope de frutas vermelhas clarificado com leite. Por Jonas Eisengart, do Quartinho (RJ).

Stanley: bourbon lavado na gordura de bacon, café, calda de maple, bitter de laranja e ovo. Por Estevan Daniel, do Nosso (RJ).

MARCELO CURY
Batida de Coquinho (Butiá): cachaça Jiquitaia, limão e butiá. Por Nina Bastos, do Jiquitaia (SP).

Di Casa (engarrafado): bourbon lavado na manteiga, jerez oloroso, amaro, Angostura aromatic bitters. Por Lula Mascella, do Picco (SP).

El Prudente: vermute de Jerez, Água com gás, laranja e azeitona. Por Daniela Bravin, do Huevos de Ouro (SP).

ency 86 image
Golden Hazelnut: rum 8 anos, amaro, golden syrup artesanal, suco de limão fresco, óleo de avelã, água, açúcar, limão siciliano. Por Maurício Barbosa, do Tujuína (SP).

King James: Uísque irlandês em banho de manteiga de garrafa com amêndoas, jerez PX, vermute de Jerez, vinho Madeira, cocoa Bitters artesanal, queijo Grana Padano e jamón ibérico servido do sifão com nitrogênio. Por Rodolfo Bob, do Caledonia Whisky & Co. (SP).

Left Bank Martini (engarrafado): gin, vinho branco, vermute seco e licor de flor de sabugueiro. Por Staff Cocktails, para Top Cocktails (SP).

Little Italy (engarrafado): bourbon, blend de vermutes tintos, orange bitters. Por Staff Cocktails (SP).

Top Top: gin, absinto e licor de umeshu. Por Hanna Jacomme, do Drosophyla (SP).

Umami Disco (engarrafado): bourbon, sake, fernet e especiarias. Por Alê D'Agostino, do Apothek, e Gunter Sarfert, do Caracol (SP).

YO YO: shochu de cevada, Cynar, vermute seco, bitters de chocolate e limão siciliano. Por Alex Mesquita, do Tan Tan Noodle Bar (SP).

MARCELO SANT'IAGO
Arte e Elegância: cachaça infusionada com nibs de cacau, vermute tinto infusionado com cascas de laranja, Cynar 70, xarope de cumaru, Angostura aromatic bitters. Por Rafael Welbert, do Balaio IMS (SP).

Cálice: chai, vermute tinto, bourbon lavado na manteiga, Cynar 70. Por Lula Mascella, do Picco (SP).

Cold Brew Martini (engarrafado): vodka, licor de café, café cold brew. Por Staff Cocktails (SP).

Coffee Father (engarrafado): bourbon, licor amaretto, café cold brew. Por Gabriela Alves, do Homemade Coffee Drinks (SP).

French Riviera (engarrafado): conhaque, rum, mel, geléia de damasco, suco de limão siciliano. Por Reni Lima, do Bar CubQ (SP).

Getsu (engarrafado): Scotch whisky, amaro, vinho fortificado com gengibre. Por Alê D'Agostino, do Apothek, e Alex Mesquita, do Tan Tan Noodle Bar (SP).

King James: Uísque irlandês em banho de manteiga de garrafa com amêndoas, jerez PX, vermute de Jerez, vinho Madeira, cocoa Bitters artesanal, queijo Grana Padano e jamón ibérico servido do sifão com nitrogênio. Por Rodolfo Bob, do Caledonia Whisky & Co. (SP).

Maple Old Fashioned (engarrafado): bourbon, chá de camomila, xarope de maple, Angostura aromatic bitters. Por Benício Calaça, do Zimbro Bar (Goiânia).

Moringa: vodka, cordial de goiaba, licor de polpa de goiaba e bitter de folhas de goiabeira, por Gabriel Santana, do Santana Bar (SP).

ency 16 image
Paraty: cachaça infusionada com folha de tangerina, jerez fino e vermute bianco. Por Jean Ponce, do Guarita (SP).

SUEMI UEMURA

ency 81 image

Batida de Coquinho (Butiá): cachaça Jiquitaia, limão e butiá. Por Nina Bastos, do Jiquitaia (SP).

BSS: soju, infusão de chá verde, slow gin da casa, vermute tinto e bitter de erva-doce artesanal bixxo. Por Vinícius Apolinario, do Komah (SP).

Cartini: gin, jerez fino, Lillet Blanc, bitter de laranja e Angostura aromatic bitters. Por Danilo Nakamura, do La Casserole (SP).

Del Brasil: jerez manzanilla, vermute tinto francês, absinto, Suze red aromatic bitters. Por Felipe Rara, do Fel (SP).

Espelho e Fumaça: gin, whisky single malt, gengibre, limão e mel. Por Hanna Jacomme, do Drosophyla (SP).

King James: Uísque irlandês em banho de manteiga de garrafa com amêndoas, jerez PX, vermute de Jerez, vinho Madeira, cocoa Bitters artesanal, queijo Grana Padano e jamón ibérico servido do sifão com nitrogênio. Por Rodolfo Bob, do Caledonia Whisky & Co. (SP).

Left Bank Martini (engarrafado): gin, vinho branco, vermute seco e licor de flor de sabugueiro. Por Staff Cocktails, para Top Cocktails (SP).

Martinez (engarrafado): gin, vermute tinto, licor Luxardo Maraschino e Angostura aromatic bitters. Por Rogério Frajola, do Sylvester (SP).

Moringa: vodka, cordial de goiaba, licor de polpa de goiaba e bitter de folhas de goiabeira, por Gabriel Santana, do Santana Bar (SP).

Mr. Shinoda: Scotch whisky, chá Lapsang Souchong, mel nativo, vinagre de framboesa, bitters de laranja e de cacau. Por Thiago Pereira, do Koya 88 (SP).

Veja a lista dos melhores coquetéis de 2019.