10 coquetéis imperdíveis com Chivas Regal 12 anos

Escrito por Marcelo Sant'Iago

10 coquetéis imperdíveis com Chivas Regal 12 anos image 1

Dentre os mais de 170 coquetéis com Chivas 12 anos que temos no site, selecionei os meus 10 favoritos. Como era de se esperar, a maioria são coquetéis clássicos e de poucos ingredientes, mas nem por isso menos saborosos.

(CONTEÚDO PUBLICITÁRIO)

O blended Scotch whisky tem fama de ser uma bebida difícil de ser usada em coquetéis. Em seu livro de 1948, Fine Arts of Mixing Drinks, David Embury diz que "Whisky (...), é um solteirão rabugento que teimosamente insiste em manter sua própria independência e raramente é encontrado em um estado de casamento. Seu sabor recusa-se a ser subjugado. Quando combinado com algum outro destilado, o resultado será freqüentemente dois sabores distintos, possivelmente antagônicos um ao outro, em vez de uma fragrância nova e agradável, que é mera e sutilmente sugestiva das duas essências originais".

Porém, há boas variações de Manhattan (algumas estão na minha lista) e Whiskey Sour (alguém disse Penicillin?) com Scotch e um Scotch Highball segue sendo imbatível em seu estilo.

Quando for pensar em criar um coquetel com Chivas Regal 12 anos, lembre-se que a correspondência de sabor é algo muito importante e pode ajudar na escolha dos ingredientes. Algumas ideias de combinações:
• baunilha
• maçã
• limão siciliano é melhor do que limão para a base cítrica.
• suco de laranja (e a casca)
• pera madura e suculenta, em vez de dura e sem sabor.
• cerejas (todo uísque combina com cereja, nem que seja como decoração apenas)
• chocolate
• licores de creme à base de uísque
• castanhas (Scotch combina com todos os tipos de castanhas, especialmente quando assadas)
• especiarias como canela, cravo e noz-moscada
• absinto
• chá preto, chá verde e até mesmo chá Lapsang Souchong
• Coco- seco, licor, água ou mesmo creme de coco
• vermute seco ou doce.
• jerez
• licores herbais, como Chartreuse, Drambuie e Bénédictine
• mel (quem precisa de xarope de açúcar?)

Dito isso, abaixo estão meus 10 coquetéis preferidos com Chivas. Clique nos links para conhecer as receitas.

Affinity

Criado em meados da década de 20, o Affinity pode ser descrito como um Perfect Manhattan com scotch. Segundo Simon Difford, experimente fazê-lo batido, pois "apesar de não parecer tão atraente como quando mexido, ele fica com uma sensação agradável, quase cremosa". Será?

Blood & Sand

Fora o Scotch Highball, o Blood & Sand é o principal coquetel de blended scotch. Criado em 1922, o Blood & Sand foi batizado em homenagem a um filme de Rodolfo Valentino e sua receita apareceu pela primeira vez no Savoy Cocktail Book, de Harry Craddock, em 1930.

Bobby Burns

São várias as versões de Bobby Burns e minha preferida é o Bobby Burns de Craddock (scotch, sweet vermouth e Bénédictine). As outras duas que temos no site mantém o perfil herbal do coquetel, trocando Bénédictine e adicionando bitters: Bobby Burns de Crockett (scotch, sweet vermouth, orange bitters e absinto) e Bobby Burns de Embury (scotch, sweet vermouth, Drambuie e Peychaud's bitters). A versão original de Craddock pede partes iguais, sugiro você experimentá-la primeiro.

Godfather

O Godfather pode ser considerado uma variação de Rusty Nail, com a troca do licor herbal por Amaretto. Ele foi criado nos anos 70 e o nome, obviamente, homenageia o filme O Poderoso Chefão.

Mamie Taylor

O Mamie Taylor foi criado no estado de Nova York, em 1899 e é uma versão de Scotch Highball. Dizem que no início do século XX era tão popular, que os bares enjoaram de prepará-lo a ponto de aumentarem o preço para diminuir a demanda. Depois de longo período de ostracismo, ela volta a aparecer nas cartas de coquetéis com o resgate dos highballs. Experimente, agora que está mais fácil encontrar boas ginger ales no Brasil.

Morning Glory Fizz

Exemplo de coquetel estimulante ("pick-me-up"), o Morning Glory Fizz é a foto que está no alto da página. Como o nome indica, na época de sua criação, ele era um coquetel para ser apreciado pela manhã. Ele aparece em dois livros de 1884: How to Mix Drinks, de George Winter, e The Modern Bartenders' Guide, de O. H. Byron. George Kappeler apresenta a receita no seu livro de 1895, "Modern American Drinks".

Rob Roy

ency 53 image

Inventado no bar do hotel Waldorf Astoria (onde hoje fica o Empire State Building), em 1884, e batizado em homenagem à ópera que estreou naquele ano em Nova York, o Rob Roy é basicamente um Sweet Manhattan com Scotch.
A versão de Embury para o Rob Roy leva Peychaud's bitters no lugar de Angostura bitters.

Rusty Nail

O Rusty Nail foi o primeiro coquetel de scotch que experimentei, nos anos 80, no saudoso San Francisco Bay Bar. Além de ser um delicioso "after-dinner", tem o lado afetivo também para entrar nesta lista. Se você fizer uma busca pela palavra "nail" em nossas páginas, encontrará diversas variações deste drink com Drambuie.

Scotch Highball

ency 93 image

O Scotch Highball foi inventado na Inglaterra, popularizado nos EUA e aperfeiçoado no Japão. Ainda é uma das formas mais refrescantes e elegantes de saborear um bom whisky.

Scotch Old-Fashioned

ency 97 image

Para finalizar, quem me conhece sabe que sou grande fã de Old-Fashioned. Além da receita clássica, apenas trocando bourbon por Scotch, lembra que eu falei lá no inicio que Scotch combina com jerez?
Experimente o Velvet Old-Fashioned e tire a prova você mesmo.

MAIS CHIVAS REGAL 12 ANOS NO DIFFORD'S GUIDE

Conheça nossas mais de 170 receitas de coquetel com Chivas Regal 12 anos

Veja a avaliação e notas de degustação de Chivas Regal 12 anos por Simon Difford

ency 52 image

NÃO COMPARTILHE COM MENORES DE 18 ANOS.
APRECIE COM MODERAÇÃO.

Join the Discussion


... comment(s) for 10 coquetéis imperdíveis com Chivas Regal 12 anos

You must log in to your account to make a comment.

Report comment