Coquetéis Collins - história e receitas

  • Coquetéis Collins - história e receitas image 1

Escrito por:

Um Collins é basicamente um coquetel sour (azedo), feito usando base de destilado (gin é o mais comum), suco de limão siciliano, açúcar e água carbonatada, servido longo sobre gelo em um copo com o mesmo nome. Os copos Collins são altos e redondos e geralmente a capacidade é de 12 a 16 onças até a borda.

Em Fine Art of Mixing Drinks (1948), David A. Embury descreve o Collins como sendo "uma limonada feita com água carbonatada e batizada com gin ou algum outro destilado". Ele continua: "originalmente, havia dois irmãos na família Collins - Tom e John. Nos últimos anos, entretanto, apareceram numerosos primos - Pedro, Pierre, Sandy, Mike, Jack, o Coronel e vários outros, cujos primeiros nomes ainda não foram oficialmente registrados no registro batismal. "

Dutch Collins (com genever/jenever/Hollands)
Captain Collins (com Canadian whisky)
Colonel Collins (com bourbon whiskey)
Jack Collins (com vodka)
Jock or Sandy Collins (com Scotch whisky)
Joe Collins (comh vodka)
John Collins (com London dry gin)
Jose Collins (com tequila reposado)
Mike Collins (com Irish whiskey)
Pedro Collins (com light white rum)
Pepito Collins (com tequila)
Pierre Collins (com cognac/brandy)
Tom Collins (com old tom gin ou London dry gin, mas de preferência old tom)
Vodka Collins (também conhecido como Joe Collins)

Embury explica a confusão/diferença entre um Tom e um John Collins, "Os Collinses originais foram feitos sempre com gin, mas, estranhamente, nunca com o London Dry, o destilado mais usado para fazer um Collins hoje em dia. O Tom Collins foi criado com Old Tom gin e o John Collins com Holland gin (genever). "

"A adoção do London Dry gin como base de Collins deu origem a duas escolas de nomenclatura. Para uma, ele foi o substituto do Old Tom gin no Tom Collins. Mas, a outra escola preferiu manter o nome Tom Collins para o drink original feito com Old Tom gin e chamar de John Collins aquele feito com London Dry, já que o Holland gin foi praticamente nunca mais usado em um Collins. Isso explica a confusão que existe nos livros de receitas hoje em dia. Em alguns, a receita de Tom pede Old Tom e a receita de John, London Dry (seco). Em outros, a receita de Tom pede London Dry e a de John, Holland gin. Na verdade, obviamente, o Old Tom gin é apenas um London gin adoçado. Consequentemente, podemos fazer o nosso Tom Collins tanto com Old Tom ou Londres Dry gin. Mas, se usar Old Tom, a quantidade de açúcar deve ser reduzida pela metade".

Ufa!

A criação do Collins é creditada a John Collins, um barman que trabalhou no Limmer's Hotel, na rua Conduit, em Londres. A "casa de café" do Limmer's Hotel era um verdadeiro boteco, popular entre esportistas, durante o século XIX, e famoso, de acordo com as memórias de 1860 de um capitão Gronow (um escritor vitoriano que publicou quatro volumes de memórias), pelo seu Gin Punch em 1814.

Parece que o Collins é uma evolução do Gin Punch, um drink muito popular à época. nunca teremos certeza se foi mesmo John (ou possivelmente Jim) Collins, garçom principal do Limmer, o responsável pela criação/batismo do Tom Collins. Mas, ele foi imortalizado em versos escritos por Frank e Charles Sheridan:

My name is John Collins, head waiter at Limmer's,
Corner of Conduit Street, Hanover Square,
My chief occupation is filling brimmers
For all the young gentlemen frequenters there.
Mr. Frank always drinks my gin punch when he smokes
.

Pode bem ser que o gin-punch especial, pelo o qual o John Collins do Limmer era famoso, passou a ser conhecido como Tom Collins, quando foi feito usando Old Tom gin.

Uma história alternativa atribui a criação do drink a um Sr. Collins, que, em 1873, começou a trabalhar em uma taberna de Nova York chamada Whitehouse, onde fazia refrescantes drinks de gin para matar a sede dos convidados. Outra história identifica um Tom Collins diferente, que trabalhou como bartender em Nova Jersey e Nova York. Aparentemente existem versões atribuindo sua criação a São Francisco, Austrália, e não é impossível que drink tenha evoluído em dois ou mais lugares diferentes, ao memo tempo.

Outros dizem que o Tom Collins surgiu em Nova York e leva seu nome do Great Tom Collins Hoax, que tomou a cidade em 1874. Era uma pegadinha onde você dizia a um amigo que um homem chamado Tom Collins o havia xingado e que ele poderia ser encontrado em um bar a uma certa distância. No entanto, uma receita de Tom Collins aparece no Steward and Barkeeper's Manual (1869), provando assim que o drink não tinha nada a ver com a pegadinha. Então, a evidência sugere que o Collins foi uma adaptação do popular Gin Punch e que poderia muito bem ter sido criado por John Collins, do Limmer.

O Collins original foi provavelmente baseado em genever, depois Old Tom gin e, finalmente, London Dry, conforme a moda ia mudando em Londres e Nova York. Cada destilado de zimbro produz um Collins de estilo diferente. Todos são bons, embora a minha preferência seja por oude genever.

A edição de 1876 do The Bartender's Guide de Jerry Thomas lista três coquetéis intitulados Tom Collins: Tom Collins Whiskey, Tom Collins Brandy e Tom Collins Gin. Outras menções incluem:

Harry Johnson, Bartenders' Manual (1882)

Tom Collins
(Use um copo de bar extra grande )
3/4 colher de sopa de açúcar;
3 ou 4 traços de limão siciliano ou suco;
3 ou 4 pedaços de gelo partido;
1 copo de vinho de Old Tom gin (genuíno apenas);
1 garrafa de club soda simples.
Misture bem com uma colher, retire o gelo e sirva.
Atenção deve ser dada para não deixar a espuma da club soda derramar fora do copo; este drink deve ser bebido logo que misturado, antes de perder seu sabor.

John Collins
(Use um copo de bar extra grande)
3/4 colher de sopa de açúcar;
2 ou 3 traços de suco de limão siciliano;
2 traços de suco de limão;
4 ou 5 pequenos pedaços de gelo;
1 copo de vinho cheio de Holland gin;
Despeje em uma garrafa de club soda simples, misture bem, retire o gelo e sirva.
Cuidado deve ser tomado para não deixar a espuma escorrer para fora do copo. O drink deve ser tomado logo que misturado ou perderá seu sabor.

Stuart's Fancy Drinks and How to Mix Them, por Thos. Stuart (1904)

Tom Collins
(Use um copo de bar extra grande)
3/4 colher de sopa de açúcar.
3 ou 4 traços de suco de limão.
3 ou 4 pedaços de gelo partido.
1 copo de vinho de gin Old Tom.
1 garrafa de soda simples.
Misture bem com uma colher, coe e sirva.
Atenção deve ser dada para não deixar a espuma da soda escorrer; este drink deve ser bebido assim que misturado.

John Collins' Gin
(Copo extra grande)
1 colher de sopa de açúcar.
Cerca de 5 traços de suco de limão siciliano.
1 copo de vinho de gin.
5 ou 6 pedaços pequenos de gelo.
1 garrafa de club soda.
Misture bem, retire o gelo e sirva.

Modern American Drinks, por George J. Kappeler (1906)

Brandy Collins
Corte um limão siciliano ao meio, coloque-o em um mixing-glass, adicione uma colher de sopa de açúcar fino, macerar o limão para extrair o suco e parte do óleo da casca, encher o copo até a metade com gelo fino, adicione um jigger de brandy. Misturar bem, coar para um copo Collins-vidro contendo um pedaço de gelo, despeje uma garrafa de soda simples. Mexa com uma colher de bar e sirva.

John Collins
Prepare da mesma forma que o Brandy Collins, usando Holland gin em vez de brandy.

Tom Collins
Prepare da mesma forma que o John Collins, usando Tom gin no lugar do Holland gin.

×
  • Bem-vindo (a)
  • Receba atualizações com muita informaçãosobre bebidas, bares ecoquetéis
  • Por favor, confirme que você tem mais de 18 anos e insira seu email
  • Não obrigado, continue para o diffordsguide.com
CSS revision 61379ab