A história do Whiskey Sour

Escrito por Simon Difford

A história do Whiskey Sour image 1

O Brandy Sour um dia foi o mais famoso dos coquetéis da família Sour, mas foi o Whiskey Sour que ficou popular durante a Lei Seca e tornou-se o mais popular e duradouro tipo de Sour. Tanto que ganhou um dia só dele nos EUA, 25 de agosto.

Uísque, açúcar e cítrico é a base do coquetel, que tem variações com whisky e whiskey; o açúcar muitas vezes é substituído por um licor e o uso de clara de ovo ficou bem popular, para dar consistência à espuma. Outros ingredientes como vinho também aparecem em algumas variações.

O Washington Star's trouxe em sua coluna Life In Chicago (pg. 7, col. 2), no dia 4/12/1883, uma entrevista com um bartender de Chicago, que falou sobre os drinks mais populares: "quem bebe nossos Sours esperam um toque de "claret" em seu drink em todos os bares e, quando isso não acontece, eles pedem para ser adicionado. É popular aqui e cada vez mais em outros bares".

O bartender, cujo nome nunca foi revelado foi chamado apenas de um "Artista", argumenta que a adição de um Claret (termo genérico para vinho tinto, seja ele de Bordeaux ou não) é um toque adicional que seu bar criou. Ele vai além e afirma que "O Manhattan também é um coquetel bem popular, depois que eu o introduzi há algum tempo ."

Há quem diga que a ideia de finalizar Whiskey Sour com um vinho não foi dele, só por sua alegação de ser o criador do Manhattan. Na verdade, ele nem mesmo diz que o vinho foi ideia sua, apenas afirma que é um serviço exclusivo do seu bar. E, quanto ao Manhattan, ele só afirma os ter "introduzido" em seu bar. Por falta de provas em contrário, estou dando a esse "artista" de Chicago o benefício da dúvida.

Isso posto, não é a toa que o Whiskey Sour com float de vinho tinto ficou conhecido como Chicago Sour ou Claret Snap. Mas, em livros antigos de coquetelaria, como Modern American Drinks (1895 & 1906) and Cocktails: How to Mix Them (1922), o coquetel é chamado de Continental Sour, enquanto outros dizem que é um Southern Whiskey Sour. De fato, o nome dependia muito da região onde era pedido, até que finalmente tornou-se conhecido como New York Sour, com o andar do século 20.

A adição de clara de ovo aos Sours surgiu bem antes de 1922, quando Robert Vermiere escreveu em seu livro Cocktails: How to Mix Them que
"algumas gotas de clara de ovo melhora qualquer Sour". No entanto, tendia a ser ou clara de ovo ou vinho tinto, nunca ambos adicionados à mesma bebida. Assim foi até que, no Renascimento da Coquetelaria Artesanal, na década de 1990, o Che Bar em Londres tornou prática comum adicionar ambos ao que se tornou o moderno New York Sour.

Em Manhattan, o berço do New York Sour, um Whiskey Sour com clara de ovo e vinho tinto tende a ser chamado de Greenwich Sour. A origem do nome é geralmente atribuída ao Employees Only. Seus proprietários, Jason Kosmas e Dushan Zaric, reivindicam a criação da combinação em seu livro de 2010, Speakeasy. Um New York Sour com vinho tinto, mas sem clara de ovo, aparece na página seguinte do mesmo livro.

ency 85 image

1922 Cocktails: How to Mix Them

Whiskey Sour = Whiskey (normalmente bourbon) + suco de limão siciliano + açúcar + clara de ovo (opcional) + bitters (opcional). Na forma mais simples, o Whiskey Sour tem apenas 3 ingredientes, mas qual a proporção ideal? A versão clássica tende a ser 3:4:8 como nesta versão de Whiskey Sour, mas eu prefiro a mais seca 4:2:8, como nesta receita do Whiskey Sour versão Difford.

Boston Sour = Whiskey Sour + clara de ovo & normalmente servido straight-up.

Brunswick = Whiskey Sour + vinho branco, mas sem clara de ovo.

New York Sour, Brunswick Sour, Chicago Sour, Claret Snap, Continental Sour, Southern Whiskey Sour = Bourbon Whiskey Sour + vinho tinto, mas sem clara de ovo

Greenwich Sour = Rye Whiskey Sour + clara de ovo + vinho tinto.

Penicillin Cocktail = Islay Single Malt Scotch whisky + suco de limão siciliano + acúcar + clara de ovo (opcional) + bitters (opcional)

Scotch Sour é a mais conhecida versão contemporânea de Whisk(e)y Sour = Islay Single Malt Scotch Whisky + Blended Scotch Whisky + xarope ou licor de gengibre + mel + suco de limão siciliano.