Novos coquetéis - Janeiro 2017

  • Novos coquetéis - Janeiro 2017 image 1

Escrito por:

Estamos sempre atualizando nosso data base com novos coquetéis, para fazer o Difford's Guide a melhor fonte de receitas do mundo. Aqui estão algumas de nossas novas sugestões.

Slow Negroni
Com: Gin, sloe gin, Campari, vermute doce.
Comentário: Negroni clássico com sloe gin como quarto ingrediente.

Gin Pahit
Com: gin, xarope de açúcar e Angostura bitters
Comentário: o equilíbrio entre amargo e doce é chave para o sucesso do coquetel. Use uma garrafinha japonesa de bitter e meça cuidadosamente seu xarope simples 2:1, para ter algo especial. Vá devagar ao espremer o twist de limão sobre o drink, pois o óleo pode desequilibrar tudo.

Oaxacan Negroni
Com: Mezcal, gin, Campari, barolo chinato e Chocolate bitters.
Comentário: Mezcal empresta uma característica defumada a esta versão complexa do clássico Negroni.

Suze you, Sir
Com: Tequila blanco, vermute seco, licor genciana, xarope de agave e grapefruit bitters.
Comentário: o sabor de genciana do Suze combina bem demais com tequila, enquanto o vermute seco adiciona complexidade herbal.

Touchwood
Com: vermute seco, Lowland single malt scotch whisky, amaro, jerez Pedro Ximénez e pimenta do reino moída.
Comentário: mexido e bem alcoólico, o jerez Pedro Ximenez suaviza o single malt. Uma excelente saideira.

Maximiliano
Com: Mezcal, licor genciana, vermute seco e sal.
Comentário: as notas defumadas sutis do mezcal combinam muito bem com o licor de genciana. Um coquetel aperitivo deliciosamente complexo.

Tara
Com: Poitín, falernum, suco de limão e Abbotts Bitters.
Comentário: imagine um Daiquiri levemente influenciado por canela. Refrescante e revigorante.

Red Haven
Com: Scotch whisky, vinho do porto ruby, Cynar e Peychaud's bitters.
Comentário: vinho do porto contribui com notas de vinho, enquanto o amaro dá sabores complexos e agridoces. A receita original pede "oak bitters", mas como ele tem vermelho no nome ("red"), preferimos usar Peychaud's bitters.

Yellow Cactus Flower
Com: Suze, mezcal, Yellow Chartreuse, suco de limão e suco de abacaxi.
Comentário: Jordan Smith, descreve sua criação como "brilhante, herbácea, sutilmente fumegante e agradavelmente agridoce. O abacaxi acrescenta textura e uma ligeira doçura para equilibrar a acidez do limão e da amargura do Suze (licor de genciana escolhido por Jordan), enquanto que o lado herbáceo do licor é amplificado pelo Chartreuse Amarelo". Concordamos! "Brilhante, herbáceo, sutilmente fumegante, refrescante e agridoce" resume perfeitamente este coquetel aperitivo desafiador.

Mexican in Manhattan
Com: Añejo tequila, licor maraschino, vermute bianco e lavender bitters.
Comentário: Estava fazendo meu tradicional Sweet Manhattan mas com añejo tequila como base . Não ficou meio ruim, mas há algo sobre tequila que diz "branco" em vez de vermute "tinto". Eu também comecei com meu toque extra em um Sweet Manhattan: meia colher de xarope do frasco de cereja maraschino, mas añejo tequila é muito mais adequado ao licor maraschino. Então eu troquei vermouth doce para bianco e Angostura Bitters para bitters de lavanda. (Amo a combinação de tequila e lavanda.)

Original Sin (receita Gin Joint)
Com: Calvados, Carpano Antica Formula, licor genciana, água de mel e suco de limão siciliano.
Comentário: Limão siciliano e mel, com um toque agridoce do saboroso licor de genciana.

Yellow Negroni
Com: Pisco, limoncello, licor genciana, Yellow Chartreuse e vermute bianco.
Comentário: Negroni à base de pisco, com 5 bases amarelas em partes iguais, incluindo 3 dos mais icônicos licores amarelos do mundo: Limoncello, genciana e Chartreuse.

×
  • Bem-vindo (a)
  • Receba atualizações com muita informaçãosobre bebidas, bares ecoquetéis
  • Por favor, confirme que você tem mais de 18 anos e insira seu email
  • Não obrigado, continue para o diffordsguide.com
CSS revision 66013d6