O Singapore Sling

  • O Singapore Sling image 1

Escrito por:

Dizem que o Singapore Sling foi criado em algum momento entre 1899 e 1915, pelo chinês Ngiam Tong Boon, no Long Bar do Raffles Hotel, Singapura.

O Raffles Hotel foi batizado em homenagem ao fundador colonial de Singapura, Sir Stamford Raffles, e era o ponto de encontro preferido de expatriados. Charles H. Baker Jr. escreveu em 1939 no Gentleman's Companion : "Simplesmente olhando ao redor na varanda, podemos ver Frank Buck, o Sultão de Johor, Aimee Semple McPherson, Somerset Maugham, Dick Halliburton, Doug Fairbanks, Bob Ripley, Ruth Elder e Walker Camp - não que isso seja uma maravilha". O Raffles ainda está em funcionando até hoje e destaca-se na paisagem moderna de Singapura como um vasto bolo de Natal colonial.

A primeira referência conhecida a um Sling em jornais de Singapura foi em 1897 e o Gin Sling era realmente um drink popular naquele tempo. A cor que distingue os ingredientes usados ​​em um Singapore Gin Sling e um "Pink Sling" é mencionada em um jornal de Singapura em 1903.

As evidências sugerem que foi de fato o chinês Ngiam Tong Boon quem criou o Gin Sling atualmente conhecido como Singapore Sling, quando trabalhava no Long Bar, no Hotel Raffles, entre 1899, quando Boon começou a trabalhar no hotel após a sua expansão, e 1915, quando ele morreu, depois de deixar o hotel para viajar de volta para Hainan, na China.

Há pouca controvérsia sobre quem criou o Singapore Sling, aonde e quando. Mas há um enorme debate sobre qual o nome e ingredientes originais.

ency 90 image

Singapura era parte do conjunto de colônias britânicas que, em 1836, foi agrupada com Penang e Malaca para formar o Straits Settlements ("Estreito de Assentamentos") e parece certo que o drink de Boon chamava "Straits Sling". No Long Bar, as pessoas provavelmente pediram um "Gin Sling" e foram servidas por Boon com a versão da casa.

O nome parece ter mudado entre 1922, quando Robert Vermeire descreve o Straits Sling como uma "drink bem conhecido de Singapura" em seus Cocktails and How to Mix Them e o início dos anos 1930, quando foi lançado o The Savoy Cocktail Book, de Harry Craddock. Ele inclui tanto o Singapore Sling e o Straits Sling, sendo este último mais próximo do que reconhecemos hoje como um Singapore Sling.

Singapore Sling
Harry Craddock, 1930, The Savoy Cocktail Book
"The Juice of ¼ Lemon
¼ Dry Gin.
½ Cherry Brandy.
Shake well and strain into medium size glass, and fill with soda water. Add 1 lump ice."

Straits Sling
Harry Craddock, 1930, The Savoy Cocktail Book
(for 6 people)
"Place in a shaker 4 glasses of Gin, 1 glass of Bénédictine,1 glass of Cherry Brandy, the Juice of 2 Lemons, a teaspoon of Angostura Bitters, and one of Orange Bitters.
Shake sufficiently, and serve in large glasses, filled up with Soda water."

Noel Coward, que visitou pela primeira vez o Raffles em 1930, registra beber apenas "gin slings" e parece que o coquetel mais conhecido como Singapore Sling era um clássico gin sling com brandy de cereja e opcional de licor Bénédictine D.O.M.

Os operadores atuais do Raffles Hotel afirmam que a receita original é a seguinte, que está impressa nos menus do hotel e folhetos.

Raffles Singapore Sling
30 ml Gin
15ml licor Cherry Heering
7.5 ml Cointreau triple sec
7.5 ml Bénédictine D.O.M.
15 ml Suco de limão
120 ml Suco de abacaxi
10 ml Grenadine
1 dash Angostura aromatic bitters

O hotel foi ocupado por invasores japoneses em 1942 e as Forças Aliadas usaram-no como um campo de trânsito para os prisioneiros de guerra em 1945, por isso não é de estranhar que nenhum registro da receita original de Boon tenha sobrevivido. Na verdade, a única fonte do hotel para a receita que eles divulgam como sendo original, é uma nota rabiscada por um visitante do bar em 1936, depois de pedir o drink a um dos bartenders.

Se esta era o padrão do bar ou se era especificação a receita original, ninguém sabe ao certo. Também vale a pena mencionar que um refrigerante chamado Holy Joe's Singapore Sling era vendido nos EUA na mesma época.

Lá se vão quase 40 anos desde que o bebedor inquisitivo registrou a receita e o relançamento do Raffles como um marco de luxo, que teve o Singapore Sling como parte de uma campanha bem sucedida de relações públicas. Os céticos à autenticidade desta receita, particularmente pela inclusão de suco de abacaxi e granadine, argumentam que as bebidas rosadas e frutadas em estilo Tiki estavam na moda no momento do relançamento (década de 70) e esses ingredientes poderiam ter sido adicionados à receita original de Boon para fazer o Singapore Sling mais adequado para o paladar da época. Além disso, apesar de abacaxi crescer em Singapura, as laranjas eram importadas. Por isso, o abacaxi pode ter sido adicionado para aumentar a rentabilidade da bebida.

O hotel contesta tais alegações com uma declaração de Ngiam Dee Saun, sobrinho de Boon, confirmando que a receita de estilo Tiki era de fato a receita criada por seu tio. Ngiam passou a trabalhar no Raffles na mesma época, então, sem dúvida, sua opinião não é a mais isenta.

ency 56 image

Pink Gin Slings eram onipresentes no início do século XX em Singapura e Boon pode ter criado sua própria versão, simplesmente adicionando grenadine e suco de abacaxi, que também aparece em seu coquetel Million Dollar. No entanto, a receita de Singapore Sling com partes iguais registrada pelo globetrotting Charles H. Baker em seu livro The Gentleman's Companion, publicado em 1939, omite tanto grenadine quanto o suco de abacaxi. Eis o que ele escreveu sobre o Singapore Sling:

"A fórmula original é 1/3 cada de gin seco, brandy de cereja e Bénédictine; agitar por um momento ou mexe-lo em um copo de bar, com 2 grandes pedaços de gelo para esfriar. Servir em um copo highball pequeno de 10 onças com um pedaço de gelo e encher ao gosto individual com club soda gelado. Decore com espiral da casca de 1 limão verde. Em outros portos do Oriente, os bebedores costumam usar C & C ginger ale em vez de club sod, ou até mesmo cerveja de gengibre."

Fontes contemporâneas asseguram que é o brandy de cereja que distingue o Singapore Sling de outros tipos de gin sling, mas há um grande debate em torno de qual tipo de destilado de cereja que era usado. Era um brandy de cereja e, se sim, era um Cherry Heering, como alega o Raffles? Ou, na verdade, era um eau de vie (Kirschwasser) de cereja? Estas dúvidas surgiram muito por causa da receita de 1922 de Robert Vermeire para o Straits Sling, que pede "dry cherry brandy", enquanto David Emury pede "cherry brandy (Kirsch)", no seu livro publicado em 1948, The Fine Art of Mixing Drinks. Nenhuma das receitas, aliás, menciona grenadine ou suco de abacaxi. Entretanto, no seu livro de 2015 Updated and Revised Punch!, David Wondrich assegura que tanto licor Bols ou Cherry Herring são os únicos brandies de cereja a aparecer em anúncios daquela época.

Straits Sling
Robert Vermeire, 1922, Cocktails and How to Mix Them
"This well-known Singapore drink, thoroughly iced and shaken, contains:
2 dashes of Orange Bitters
2 dashes of Angostura Bitters
The juice of half a lemon
1/8 gill of Bénédictine
1/8 gill of Dry Cherry Brandy
1/8 gill of Gin
Pour into a tumbler and fill up with cold Soda Water."

Singapore Gin Sling
David A. Embury, 1948, The Fine Art of Mixing Drinks
"Of all the recipes published for this drink, I have never seen any two that were alike. Essentially it is simply a Gin Sling with the addition of cherry brandy. The following is typical of the various recipes:
1 teaspoonful Sugar Syrup
Juice of 1/4 large Lemon or 1/2 large Lime
1 pony Cherry Brandy (Kirsch)
1 1/2 jiggers Gin
1 dash Angostura
Shake and strain into 8-ounce Highball glass or use 10-ounce glass and leave 1 large ice cube in the glass. Fill glass with charged water. Some recipes call for the addition of a pony of Benedictine. Also, some call for ginger ale in place of the charged water. A slice of lemon peel should be twisted over and dropped into the drink."

Praticamente todas as receitas históricas e modernas de Singapore Sling e Straits Sling pedem licor Bénédictine e vale a pena mencionar que estão se referindo ao Bénédictine D.O.M.e não ao Bénédictine & Brandy (B&B), versão mais popular atualmente nos EUA, mas que só foi lançada em 1938.

Durante anos, foi difícil levar qualquer referência do Raffles sobre a receita original Singapore Sling a sério, pois o como o famoso bar do hotel, o Long Bar, fazia seus Singapore Slings usando uma pré-mistura, também vendida em pacotes em sua loja de presentes. Aliás, o próprio Long Bar foi transferido do lobby para o primeiro andar da arcada comercial construída em 1991. Richard Gillam, um bartender britânico que vivia em Singapura, foi instrumental para o Raffles abandonar a pré-mistura. Agora, desde 2012, o hotel faz Singapore Slings de acordo com a receita que descreve como sendo a original. No entanto, eles ainda são frutados, doces e é melhor evitá-los. Infelizmente o Long Bar de hoje é uma armadilha turística e não um bar realmente consistente.

ency 31 image

×
  • Bem-vindo (a)
  • Receba atualizações com muita informaçãosobre bebidas, bares ecoquetéis
  • Por favor, confirme que você tem mais de 18 anos e insira seu email
  • Não obrigado, continue para o diffordsguide.com
CSS revision 871ae7f