A história e 20 variações do clássico Last Word

Escrito por Simon Difford

A história e 20 variações do clássico Last Word image 1

Feito com gin, Green Chartreuse, licor de maraschino e suco de limão fresco, tradicionalmente em partes iguais, batido com gelo e servido "straight-up". Acredita-se que o Last Word data do período imediatamente antes à Lei Seca, mas deve sua popularidade atual a sua reencarnação, em 2004, feita por Murray Stenson durante a época que trabalhou no Zig Zag Café, em Seattle, EUA.

A receita mais antiga publicada e, por isso, considerada a original, está na edição de 1951 do livro de Ted Saucier, Bottoms Up!:
1/4 dry gin
1/4 maraschino
1/4 chartreuse
1/4 suco de limão
Gelo
Servir em copo de coquetel.

20 Variações de Last Word

Minha receita preferida de Last Word leva mais gin que a original. Aqui 20 das muitas variações deste clássico:

ency 12 image
Dublin Minstrel
Com: Irish whiskey, Green Chartreuse, licor maraschino e suco de limão.

ency 36 image
Dutch Word
Com: Genever oude, Green Chartreuse, licor maraschino e suco de limão.

ency 86 image
Bird is the Word No.1
Com: Tequila, Yellow Chartreuse, apricot brandy e suco de limão siciliano.

ency 74 image
Bird is the Word No.2
Com: Grappa, Green Chartreuse, licor maraschino liqueur, suco de limão e chocolate bitters.

ency 75 image
Closing Argument
Com: Mezcal, Green Chartreuse, licor maraschino e suco de limão.

ency 47 image
Final Ward
Com: Rye whiskey, Green Chartreuse, licor maraschino e suco de limão siciliano.

ency 34 image
Last Palabra
Com: Tequila, Green chartreuse, licor maraschino, xarope de acúcar com lavada, suco de limão e lavender bitters.

ency 82 image
Last Word (Difford's recipe)
Com: Gin, Green Chartreuse, licor maraschino e suco de limão.

ency 85 image
Latest Word
Com: partes iguais de genever, Green Chartreuse, licor maraschino e suco de limão.

ency 32 image
Loose Talk
Com: Rye whiskey, Suze, Yellow Chartreuse, suco de limão, suco de limão siciliano, licor maraschino e Bénédictine D.O.M.

ency 67 image
Marvin's Last Word
Com: partes iguais de gin, mastiha, Green Chartreuse e suco de limão.

ency 27 image
Mon Dernier Mot
Com: conhaque, Yellow Chartreuse, licor de gengibre e suco de limão siciliano.

ency 70 image
Monte Cassino
Com: partes iguais de rye, Yellow Chartreuse, Bénédictine e limão siciliano.

ency 43 image
Naked & Famous
Com: partes iguais de mezcal, Italian red aperitivo, Yellow Chartreuse e suco de limão.

ency 45 image
Next To Last Word
Com: parte siguais de gin, licor elderflower, licor maraschino e suco de limão siciliano.

ency 39 image
Other Word
Com: Mezcal, Yellow Chartreuse, suco de limão, xarope de agave e licor maraschino.

ency 47 image
Paper Plane
Com: Bourbon, amaro, bitter aperitivo e suco de limão siciliano.

ency 51 image
Le Premier Word
Com: Gin, Green Chartreuse, suco de limão siciliano e cidra meio seca.

ency 62 image
The Symphony
Com: gin, licor maraschino, Green Chartresue, Islay Scotch single malt whisky e suco de limão sicliano.

ency 93 image
Wordsmith
Com: partes iguais de rum, Green Chartreuse, licor maraschino e suco de limão.

História

A receita mais antiga publicada e, por isso, considerada a original, está na edição de 1951 do livro de Ted Saucier, Bottoms Up!, onde abaixo do drink ele escreveu: "Cortesia do Detroit Athletic Club, Detroit. Este coquetel foi introduzido ali por volta de 30 anos atrás, por Frank Fogarty, que era um ator de teatro mambembe muito popular. Seu apelido era "Dublin Minstrel" e fazia excelentes monólogos".

Dependendo de quão preciso assumimos ser "cerca de trinta anos" antes da data de publicação de 1951, isso coloca a origem da bebida por volta de 1920, imediatamente antes ou depois da Lei Seca. O consenso parece ser que este é um dos poucos grandes coquetéis surgidos no período antes da Lei Seca.

ency 31 image

Detroit Athletic Club

The Detroit Athletic Club ou DAC, foi estabelecido em 1887 por um grupo de jovens atletas novos e contava com uma sede na avenida Woodward, em Detroit. O DAC renasceu em 1913 graças a um grupo de líderes da indústria de Detroit, entre elas a automotiva, que construíram a magnífica sede de seis andares, na Madison Avenue, que foi inaugurada em 1915. Ali, dizem, Fogarty introduziu o Last Word.

ency 78 image

Bartenders no Detroit Athletic Club bar. Imagem descoberta por Mitch Lustig e cortesia da Burton Historical Collection, Detroit Public Library

Conhecido como o "The Dublin Minstrel", Frank Fogarty era um famoso artista americano de teatro que nasceu em County Tipperary, na Irlanda, mas a partir dos dois anos cresceu e viveu na rua Warren, no Brooklyn. Iniciou no vaudeville em 1911, quando se apresentou no Orpheum do Brooklyn e tornou-se famoso por seus monólogos, inclusive ganhando o concurso do New York Morning Telegraph para o mais popular intérprete de vaudeville em 1912. Ele tipicamente abria seu ato com uma canção e terminava recitando, o que poderia bem ser de onde o nome do drink emanou. Fogarty era um grande orador e também se envolveu na política. Foi eleito presidente da união de atores do vaudeville em 1914.

ency 78 image

Frank Fogarty

O Last Word continuou popular durante e após a Lei Seca, por isso apareceu no livro de Ted Saucier. Entretanto, como muitos outros coquetéis, o Last Word entrou em decadência, até ser esquecido. Porém, em 2004, Murray Stenson, bartender no Zig Zag Café, em Seattle, EUA, encontrou a receita em uma edição de 1952 do livro de Saucier. Murray adicionou o coquetel ao menu Zig Zag, onde foi muito bem recebido pelos clientes. Tan Vinh escreveu no The Seattle Times de 11/03/2009: "o drink tornou-se um sucesso cult em Seattle, depois em Portland e acabou chegando aos templos da coquetelaria em New York City, onde as tendências da indústria são definidas. O Last Word então começou a aparecer em menus de Chicago, San Francisco e espalhou-se para diversas cidades da Europa, principalmente Londres e Amsterdam, e muito além"

Em 2005, quando Audrey Saunders abriu o seu Pegu Club, em Manhattan, o Last Word era um dos coquetéis mais recomendados pelo time de bartenders, entre eles Phil Ward, o responsável pelo Final Ward, hoje a mais conhecida versão do Last Word.

Join the Discussion


... comment(s) for A história e 20 variações do clássico Last Word

You must log in to your account to make a comment.

Report comment