Irish Coffee

Difford's Guide
User Rating (24 ratings)

You must be logged in to add items to Your Favourites

Click here to login

You must be logged in to add items to Your Wish List

Click here to login

Servir em

Copo Toddy

Fotografado em

Libbey Irish Coffee 6oz

Decoração:

Noz-moscada ralada na hora e/ou 3 grãos de café na superfície do coquetel.

Como fazer:

1. Escolher um copo resistente a alta temperatura e preaquecer enchendo com água muito quente. Reservar. 2. Separadamente, preparar o creme aquecendo levemente ou batendo (de preferência, usando um milk frother para bater). 3. Esvaziar o copo aquecido. 4. SERVIR o whiskey, o xarope de açúcar e o café quente no copo preaquecido e mexer. 5. FAZER uma camada de creme vertendo sobre as costas de uma colher aquecida.

1 fl oz The Busker Blended Irish Whiskey
1/3 fl oz Xarope de açúcar Demerara (2 de açúcar para 1 de água)
2 fl oz Café filtrado em água quente
1 fl oz Double cream / heavy cream
Loading...
Difford’s Guide to Cocktails Book 16th Edition image

Difford’s Guide to Cocktails Book 16th Edition

Our chunky, 2.2kg heavyweight, 2 inches thick, hardback cocktail book has 3,000 recipes (with ingredients in both ml and ounces) all accompanied by a colour

Buy it here

Também conhecido como:

Gaelic Coffee & Caife Gaelach

You must be logged in to add your own notes

Click here to login

Comentários:

Chamado às vezes de Gaelic Coffee e conhecido adequadamente pelo nome irlandês 'Caife Gaelach', Café Irlandês é servido tradicionalmente em uma taça com hasteada resistente a temperatura, conhecida como taça toddy. É composto de café filtrado quente, whiskey irlandês e açúcar (de preferência, mascavo), completado com creme levemente batido. O café adoçado e batizado com whiskey deve ser completado com uma camada suntuosa de creme, de mais ou menos 2,5 cm, para fazer um bigode na hora de sorver o drink.

Variação:

À medida que a popularidade do Café Irlandês cresceu nos EUA, o whiskey irlandês foi substituído por outros destilados e licores, e uma infinidade em outros coquetéis com café quente surgiram nos menus:
Amaretto Coffee - com amaretto e guarnição de amêndoas laminadas
Bavarian Coffee - com peppermint schnapps & licor de café
Café Amore - com licor amaretto e conhaque
Café Brulot - com conhaque, licor de laranja, canela em pau, cravo, laranja e casca de limão
Calypso Coffee or Cafe Don Juan - com licor de café e rum escuro
Chocolate-hazelnut Coffee - com licores de chocolate e avelã
Kioke Coffee - com licor de café e conhaque
Maxim's Coffee - com conhaque, Benedictine D.O.M. e Galliano
Mexican Coffee - com licor de café e tequila
Nose Warmer - com café, creme irlandês, laranja, licor crème de cacao escuro e licor de avelã
President's Coffee - com licor de cereja, com uma camada de creme batido com uma colher de chá de xarope de romã/grenadine para colorir
Royale Coffee - com conhaque e açúcar
Spanish Coffee - com licor de café e rum
O Café Irlandês também deu origem a vários coquetéis gelados com nomes e sabores semelhantes:
Irish Espresso'tini
Irish Coffee cocktail

História:

A história dos drinks alcoólicos com café quente e uma camada de creme remonta à metade do século XIX, quando os melhores exemplos eram o Fiaker e o Pharisäer, servidos na cafeterias de Viena. Na virada do século XX, também se encontram nos menus de cafeterias vienenses variações chamadas Kaisermelange, Maria Theresia e Biedermeier-Kaffee. Combinar café e destilados também era moda na França do século XIX, onde tais drinks se chamavam Glória. O relativamente moderno Café Irlandês (cujo nome original era Sheridan's Gaelic Coffee) foi criado no final de 1944-começo de 1945 por Joe Sheridan, chef que virou bartender, natural de Castlederg, no condado de Tyrone, quando trabalhava em Foynes Port. Sheridan acrescentou whiskey a café quente para aquecer um grupo de passageiros americanos que desembarcavam de um hidroavião da Pan Am em uma noite de inverno fria e úmida. Dizem que os passageiros perguntaram se estavam lhes servindo café brasileiro, ao que Sheridan respondeu, "É café irlandês". Aviões do início não tinham autonomia suficiente para atravessar o Atlântico, assim a partir de 1937 hidroaviões eram usados para a viagem e Foynes Port, na costa oeste da Irlanda, era o último ponto de reabastecimento para os aviões Sikorski S-42 e Boeing 314. O primeiro voo comercial sem paradas, partindo de Nova York, foi inaugurado em 2 de junho de 1942 e levava 25 horas e 40 minutos. Os aviões eram comparativamente primitivos e o voo era árduo, por isso cafés alcoólicos, com poderes restauradores, eram bem recebidos pelos viajantes exaustos. O destino de Foynes Port foi selado em 1942, com a abertura do Aeroporto de Shannon nas proximidades, construído em terreno pantanoso na margem norte do Estuário. O Museu do Hidroavião de Foynes é tudo que restou do antigo porto, mas a tradição de servir o Café Irlandês aos viajantes transatlânticos continuou no novo aeroporto, e foi aqui, em 1947, que o cronista de viagem do San Francisco Chronicle Stanton Delaplane tomou seu primeiro Café Irlandês.

Nutrition:

163 calorias

Alcohol content:

  • 0.9 standard drinks
  • 9.23% alc./vol. (18.46° proof)
  • 12 grams of pure alcohol
Difford's Guide tem conteúdo gratuito graças a apoio das marcas em verde. Values stated for alcohol and calorie content, and number of drinks an ingredient makes should be considered approximate.

Join the Discussion


... comment(s) for Irish Coffee

You must log in to your account to make a comment.

Report comment

You must be logged in to upvote or downvote a comment

Click here to login
Difford’s Guide to Cocktails Book 16th Edition image

Difford’s Guide to Cocktails Book 16th Edition

Our chunky, 2.2kg heavyweight, 2 inches thick, hardback cocktail book has 3,000 recipes (with ingredients in both ml and ounces) all accompanied by a colour

Buy it here
Buy direct from
Difford's Guide
Easy Jigger
Easy Jigger
£10.13 £10.13 exc VAT

You must be logged in to submit a rating

Click here to login